Farto do trânsito, Mourinho foi a pé para o estádio

Trânsito de Manchester voltou a atrapalhar o United antes do jogo com a Juventus. Treinador português deixou o autocarro e foi a pé: "Foram dois minutos, ninguém me reconheceu"

Mais uma vez, o Manchester United teve problemas com o trânsito da cidade antes de um jogo da Liga dos Campeões. Depois da multa da UEFA pelo atraso que levou o jogo com o Valência a começar cinco minutos mais tarde, a equipa inglesa mudou de hotel para um mais perto de Old Trafford, mas mesmo assim voltou a enfrentar o caos das filas de fim de tarde junto ao estádio.

Quem não arriscou chegar tarde foi o técnico português José Mourinho, que deixou o autocarro preso no trânsito e foi a pé para o jogo com a Juventus, que os italianos venceram por 1-0, na terça-feira à noite.

"Pus o meu capuz e vim pelo meio dos adeptos. Foram dois minutos, ninguém me reconheceu", contou Mourinho, ainda antes do jogo, à televisão BT Sport. "Como sabem, mudámos de hotel [depois do último incidente com o Valência]. Este fica ao virar da esquina. No entanto, os jogadores estão há 45 minutos dentro do autocarro. Aquilo que eu percorri a pé em dois minutos, eles não conseguem fazer de autocarro em 45."

Mourinho disse ainda ter informado o delegado da UEFA, porque o clube "não quer ser outra vez multado". Recorde-se que o atraso no jogo frente ao Valência valeu ao Manchester United uma multa de 15 mil euros e motivou de Mourinho críticas à polícia de Manchester por não escoltar o autocarro do clube até ao estádio. Na altura, as autoridades policiais responderam que a escolta só é feita quando há ameaças à segurança.

Os regulamentos da Liga dos Campeões requerem que as equipas cheguem ao estádio com 75 minutos de antecedência em relação à hora de início da partida.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG