Estão suspensos os testes piloto para o regresso do público aos estádios

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, justificou a medida pelo facto de o país estar a atravessar uma fase "de apertar medidas, de maior contenção". "Os testes piloto correram bem, nós não estamos a interrompê-los definitivamente, só estamos a suspender", esclareceu.

Os testes piloto para regresso do público aos estádios de futebol estão suspensos até que haja uma diminuição da curva de transmissão do novo coronavírus em Portugal, anunciou esta segunda-feira a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

"Os testes piloto correram bem, nós não estamos a interrompê-los definitivamente, só estamos a suspender", disse Graça Freitas, acrescentando: "A fase em que estamos é de apertar medidas, de maior contenção".

Na conferência de imprensa da Direção-Geral da Saúde (DGS), Graça Freitas pediu a compreensão dos adeptos e elogiou o comportamento do setor.

"Pedimos a todos que interpretem esta fase de achatar a curva como sendo necessária. Logo que haja condições, uma vez que o setor se tem comportado de forma controlada, poderão ser retomados os testes piloto", afirmou.

Depois de terem sido interrompidas em março, as competições nacionais de futebol profissional foram retomadas em 3 de junho, à porta fechada, tendo os primeiros testes piloto para o regresso do público aos estádios sido feitos durante o mês de outubro.

Os testes piloto foram feitos em jogos da I e da II Liga portuguesa de futebol, nos encontros da seleção portuguesa frente a Espanha e Suécia, e em jogos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, que envolveram o FC Porto, o Benfica e o Sporting de Braga.

Portugal ultrapassou hoje os máximos de óbitos e internamentos por covid-19 desde o início da pandemia, com o registo de 46 mortos e 2255 doentes internados, 294 dos quais em cuidados intensivos.

De acordo com o boletim epidemiológico da DGS hoje divulgado, Portugal regista hoje mais 2506 casos, abaixo dos 3.062 notificados no domingo, e 146 847 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, além de 2590 óbitos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG