"Espero que o Abel me cumprimente amanhã no fim do jogo"

Sérgio Conceição diz que FC Porto e Sp. Braga são "as melhores equipas do momento" e espera que minhotos não fiquem "aziados" por considerá-los "candidatos ao título"

O técnico portista elogiou a equipa bracarense que sábado joga no Dragão, em cimeira de líderes (estão igualados no topo, com 21 pontos), e considerou mesmo a formação de Abel um "candidato ao título".

"Vamos defrontar um adversário que é um candidato ao título. Penso que não vão ficar chateados comigo como no ano passado, em que parece que ficaram meio aziados quando disse isto. Por isso, peço já desculpa se for ofender alguém. Espero que o Abel me cumprimente amanhã depois do jogo. A minha resposta não pode ser diferente desta. São duas equipas fortes, são as melhores porque estão em primeiro", disse Sérgio Conceição, recusando que o FC Porto seja nesta altura mais candidato do que Benfica ou Sporting, sobre os quais ganhou vantagem nas últimas jornadas.

"Lembro-me de, depois do jogo na Luz [que o FC Porto perdeu por 1-0], dizerem que nós estávamos numa situação dificil. Toda a gente previa que ia ser dificial para o FC Porto e fácil para o Benfica. E as coisas mudam no futebol. Temos de ter consciência para onde vamos, do nosso objetivo, e não ouvir o que pode interferir no nosso percurso, a opinão das pessoas, da imprensa. Vamos encontrar curvas, buracos na estrada, mas fazem parte do percurso. Não nos pode é condicionar", comentou o técnico dos azuis e brancos.

Voltando ao adversário deste sábado, o Sp. Braga, Sérgio Conceição realçou "um percurso nos últimos anos que nos permite dizer que é um dos quatro grandes e que normalmente luta pelo título". E considerou que a equipa treinada por Abel beneficiou de ter sido eliminada precocemente nas competições europeias. "Foi uma vantagem. Agora tiveram uma semana tranquila para preparar o jogo, nós tivemos três dias", justificou, antes de lançar críticas à operadora de televisão por o jogo ter de se disputar sábado, e não domingo.

"Estamos sujeitos às decisões da operadora, temos de respeitar. Não pode haver três equipas grandes a jogar no domingo, sinceramente não entendo porquê. Penso que é prejudicial até para o espetáculo. Queremos que os jogadores estejam a grande nível, que entendam a estratégia, mas pôr isso em campo também tem a ver com os aspetos físicos. Mas, atenção, temos a obrigação e responsabilidade de não pensar em nada que possa depois servir de desculpa para um eventual resultado negativo. Nem pensamos nisso", garantiu.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG