Erdogan é padrinho de casamento do jogador Mesut Özil

Futebolista casou com a ex-Miss Turquia num hotel de luxo nas margens do Bósforo.

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, foi o padrinho de casamento do futebolista alemão Mesut Özil, esta sexta-feira. Özil, que tem raízes turcas, deixou a seleção alemã depois da polémica que se gerou após ter posado com Erdogan antes do arranque do Mundial de Futebol de 2018.

Özil casou com a ex-Miss Turquia Amine Gulse, num hotel de luxo às margens do Bósforo, e Erdogan, que costuma frequentar casamentos de celebridades na Turquia, especialmente durante as campanhas eleitorais, foi a presença mais notada.

Mesut Ö​​​​​​​zil é turco-alemão - nasceu em Gelsenkirchen - e foi uma das principais figuras no Mundial de 2014 que a Alemanha venceu.

O jogador de 30 anos decidiu abandonar o futebol internacional devido ao "racismo e desrespeito" que diz ter sido alvo após o episódio das fotografias, em 2018. As críticas subiram de tom depois da equipa alemã ter sido eliminada logo na primeira ronda do Mundial e Özil anunciou a sua renúncia da equipa nacional.

O jogador disse ter recebido emails e ameaças de ódio e foi apontado como o culpado de a Alemanha ter sido eliminada da competição.

"Sou alemão quando vencemos, mas sou imigrante quando perdemos", disse, Özil, acrescentando que, apesar da sua história de sucesso com a seleção da Alemanha, a maneira como foi tratado fez com que "não mais usasse a camisola da seleção alemã".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG