Diretor das modalidades do Sporting tece duras críticas à equipa de hóquei em patins

O diretor para as modalidades do Sporting, Miguel Albuquerque, considerou esta quarta-feira que a equipa de hóquei em patins "não honrou os valores nem a história" do clube, após a goleada de 6-0 sofrida diante do FC Porto.

"O que aconteceu aqui hoje nada tem a ver com o Sporting Clube de Portugal. Devemos todos ter a consciência disso. Principalmente quem hoje entrou dentro de campo com a camisola do Sporting CP vestida. Não honraram os nossos valores, nem a nossa história", afirmou Miguel Albuquerque, em declarações reproduzidas no jornal Sporting.

O dirigente foi mais longe: "Temos de perceber, de uma vez por todas, que o título europeu conquistado no ano passado foi muito importante, mas já está no museu há muito tempo. Faz parte do passado".

Miguel Albuquerque considera inadmissível que "uma equipa com esta qualidade individual e com o investimento que esta modalidade tem, não pode, em menos de uma semana, ser eliminada da Liga Europeia e perder um jogo importante, como o de hoje, nas contas do título com resultados humilhantes".

A finalizar, o dirigente reforça a qualidade "mais do que suficiente e todas as condições para continuar na luta pelo título nacional", pede que a resposta surja "já no próximo encontro" e que os jogadores "se lembrem do símbolo que têm ao peito, do que ele representa, e que, sobretudo alguns jogadores, controlem as suas atitudes dentro de campo".

O Sporting foi esta quarta-feira goleado por 6-0 em casa do FC Porto, em jogo da 17.ª jornada do campeonato nacional, resultado que permitiu ao Benfica, que recebeu e venceu o Juventude Viana por 7-2, isolar-se no comando da prova com 43 pontos, mais três do que os 'leões', segundos classificados, enquanto o FC Porto é terceiro com 39.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG