Cristiano Ronaldo diz que teste PCR "é uma treta". E depois apaga

O futebolista Cristiano Ronaldo, avançado da Juventus e capitão da seleção portuguesa, afirmou hoje que o teste PCR, de despiste à presença do novo coronavírus, "é uma treta", um dia depois de ter novamente acusado positivo.

"[O teste] PCR é uma treta. A sentir-me bem e com saúde. Força Juventus", escreveu Cristiano Ronaldo na conta oficial na rede social Instagram, na qual também publicou uma foto em que aparece sorridente, sentado num sofá.

O post foi publicado há duas horas e, entretanto, desapareceu a parte em que o futebolista dizia que o teste era uma treta.

Na terça-feira, Ronaldo voltou a acusar positivo à covid-19, situação que deixa o jogador, de 35 anos, fora do encontro de hoje da Juventus com o FC Barcelona, de Lionel Messi, da segunda jornada da Liga dos Campeões, situação já confirmada pelo clube italiano, que não convocou o português.

O primeiro teste positivo aconteceu a 13 de outubro, quando Ronaldo estava ao serviço da seleção portuguesa. O avançado ainda viajou para Turim e tem permanecido em isolamento, tendo falhado o encontro da equipa das quinas com a Suécia (3-0), para a Liga das Nações.

Pela Juventus, Ronaldo esteve ausente nos empates (1-1) com Crotone e Verona, para a Série A, e no duelo com o Dínamo Kiev (2-0), para a Liga dos Campeões.

Além de falhar o encontro com o FC Barcelona e o reencontro do Messi, o internacional português deve também ficar de fora da visita da Juventus ao campo do Spezia, para o campeonato.

Mais Notícias