Crise no Barcelona. Messi responde às críticas feitas por Abidal aos jogadores

A entrevista do secretário técnico do Barça, na qual responsabiliza o plantel pela saída do treinador Ernesto Valverde não caiu bem entre os jogadores e Messi não se conteve...

Está instalada a crise no Barcelona e com Messi no olho do furacão. E na Catalunha há até que garanta que poderá rolar a cabeça do secretário técnico Éric Abidal, cuja entrevista desta terça-feira ao jornal Sport causou enorme mau estar entre os jogadores, sobretudo quando os responsabilizou pela demissão do treinador Ernesto Valverde.

"Muitos jogadores não estavam satisfeitos, não trabalhavam muito e havia ainda um problema de comunicação interna. A relação entre o treinador e o balneário era boa, mas há coisas que consigo perceber enquanto ex-jogador. Comuniquei ao clube o que pensava e havia que tomar uma decisão", disse Abidal na entrevista ao jornal catalão.

O plantel do Barcelona não terá gostado destas insinuações e o capitão Lionel Messi foi a voz que se levantou para contestá-las. O argentino utilizou a sua conta de Instagram para lamentar as declarações do secretário técnico. "Sinceramente, não gosto de fazer este tipo de coisas, mas acho que todos devem ser responsáveis pelas suas tarefas e assumir as suas decisões", começou por dizer.

Messi passou depois ao ataque. "Os jogadores são os primeiros a reconhecer quando não estão bem em campo. Os responsáveis pela área da direção desportiva também devem assumir suas responsabilidades pelas decisões que tomam. Finalmente, quando fala de jogadores, devia dar os nomes porque, caso contrário, está a sujar o nome de todos, alimentando coisas que são ditas mas que não são verdadeiras".

De acordo com a rádio catalã RAC1, o presidente Josep María Bartomeu, que se encontra fora de Barcelona devido a questões profissionais, já convocou Éric Abidal uma reunião nos próximos dias, sendo que a demissão do secretário técnico é, neste momento, o cenário mais provável.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG