Comissão de Fiscalização rebate acusações de Bruno de Carvalho

Órgão recorda a sua legitimidade e explica que a resolução do processo, que suspendeu temporariamente Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, "será comunicada oportunamente"

A Comissão de Fiscalização do Sporting emitiu um comunicado para fazer o ponto da situação e marcar uma posição quanto às declarações proferidas por Bruno de Carvalho bem como do seu mandatário, Pedro Proença.

Eis o comunicado na íntegra.

Perante afirmações e acusações de candidatos sobre esta Comissão de Fiscalização do Sporting Clube de Portugal, é esta a informar

a) A Comissão tem a legitimidade sufragada por decisões judiciais sucessivas.

b) O Regulamento Disciplinar que aplicou encontra-se em vigor desde a data em que foi aprovado, por iniciativa do anterior Conselho Diretivo, presidido pelo Dr. Bruno de Carvalho, a 17 de fevereiro de 2018, consoante o artigo 23.º do mesmo.

c) A suspensão dos membros, entretanto destituídos em AG, do Conselho Diretivo, entre os quais os drs. Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, resulta de uma participação de sócios com plenos direitos e encontra-se na sua fase final de averiguação.

d) A resolução do processo será comunicada oportunamente, dependendo, entre outros, da colaboração dos testemunhos dos visados.

e) A CF não comenta a especificidade de processos a correr e espera de todos, incluindo os visados, algum recato de forma a poder concluir-se com êxito o desígnio comum, que se materializa no superior interesse do Sporting Clube de Portugal.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG