Coentrão. O sportinguista que fez juras de amor ao Benfica e está perto do FC Porto

O Jogo escreve esta quarta-feira que os dragões estão na iminência de contratar o lateral, que é jogador livre. Jogador é pedido expresso de Sérgio Conceição

Fábio Coentrão está com um pé no FC Porto, escreve esta quarta-feira o jornal O Jogo.

De acordo com o diário desportivo, Sérgio Conceição quer o lateral esquerdo internacional português de 31 anos, cujas condições para assinar pelos dragões já são do conhecimento da administração da SAD.

Coentrão, que na última época regressou ao Rio Ave após desvincular-se do Real Madrid, recusou recentemente uma proposta do PAOK de Abel Ferreira.

Depois de ter estado vinculado ao Benfica entre 2007 e 2011, o defesa/extremo fez juras de amor ao emblema da Luz em junho de 2015, quando foi apontado ao Sporting. "Contrariando rumores de que irei jogar no Sporting, e apesar do respeito que tenho pelos clubes portugueses, em Portugal só jogo no Benfica", afirmou, acabando por rumar a Alvalade dois anos depois, tendo dito à chegada a Lisboa que era "feito de Sporting".

Após uma época de leão ao peito por empréstimo do Real Madrid, Coentrão voltou a vestir as cores de Alvalade e, precisamente depois de um jogo frente ao Sporting, assumiu todo o seu sportinguismo e chegou a dizer não ia jogar "mais nos três grandes". "Não vou jogar mais nos três grandes, agora posso dizer à boca cheia que o meu clube é o Sporting e que quando terminar a minha carreira vou seguir o clube de perto. Tenho de estar grato a estes adeptos, que no ano passado me receberam de braços abertos", afirmou em dezembro do ano passado.

Agora, menos de um ano depois dessas declarações, está prestes a tornar-se no nono jogador a representar os três grandes, depois de Romeu, Eurico Gomes, Carlos Alhinho, Fernando Mendes, Paulo Futre, Peixe, Derlei e Maniche.

Assobiado no Dragão

Fábio Coentrão é (ou era...) persona non grata para os adeptos do FC Porto. Em janeiro do ano passado, os dragões acusaram o então jogador do Sporting de ter chamado "preto do c..." a Marega num clássico das meias-finais da Taça da Liga em que o português e o maliano andaram 'pegados' durante quase todo o jogo, tendo o avançado portista chegado a ver o cartão amarelo por agarrar Coentrão pelo pescoço.

Quando o jogador voltou ao Dragão com a camisola do Rio Ave, foi alvo de assobios sempre que tocava na bola.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG