Bruno de Carvalho e a providência favorável: "Renasci um pouco"

Ex-presidente leonino revelou que durante a apresentação da lista 'Leais ao Sporting' que Jaime Marta Soares terá de receber a sua candidatura sob pena de crime de desobediência

"Hoje [segunda-feira], para nosso gáudio, fez-se justiça e obtivemos, de uma providência cautelar colocada, a obrigatoriedade do Sporting de receber a nossa candidatura sob pena de crime de desobediência. A candidatura será entregue aos serviços, com a marcação formal a ser feita. Vamos calmamente, unidos e coesos, em torno de uma liderança de um projeto e de uma equipa, aguardar os nossos desenvolvimentos dessa entrega", afirmou Bruno de Carvalho durante a apresentação da candidatura 'Leais ao Sporting'.

"Se Marta Soares não receber a candidatura corre o risco de desobediência. Que não se arme em santo", reforçou o ex-líder leonino.

"Hoje, aquele que estava eleito pelos sportinguistas, numas eleições onde 93 por cento votaram em mim, está de volta e isso vai obrigar a grandes estratégias. Era bom uma entrevista a perguntar a todos os candidatos, sobretudo a Ricciardi, Varandas e Madeira Rodrigues: qual será a sua estratégia? Será que vão continuar todos candidatos? A covardia tem que acabar. Não mintam aos sportinguistas, como podem ver estamos aqui de forma clara, é assim que nos apresentamos. Não há mentiras, não há nada escondido. Há aqui uma equipa pronta para resolver aquilo que tem sido feito ao Sporting. Vamos fazê-lo de cara limpa, com uma equipa muito unida, muito certa do que quer. É um dia fabuloso, como sportinguista e como português. Renasci um pouco porque posso novamente acreditar que a justiça tarda, mas não falha", acrescentou.

Apesar de se mostrar confiante na possibilidade de ir a votos, Bruno de Carvalho admitiu avançar com a lista encabeçada por Erik Kurgy, que, caso seja eleita, o nomeará como representante do clube na SAD leonina.

Durante o evento, o candidato que substitui Bruno de Carvalho na liderança da lista, Erik Kurgy, também discursou. "Caso Bruno de Carvalho lhe seja limitado como cidadão e sócio de concorrer livremente dia 8 de setembro, estou aqui para assumir em nome da equipa e dar o passo em frente em prol da Lista e do Sporting. Dito isto, não me vou alongar mais", atirou.

Entretanto, abordado pelo Record, o presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, garante que o Sporting não foi notificado acerca da providência cautelar anunciada por Bruno de Carvalho, e espera a apresentação física da mesma.

Além de Bruno de Carvalho, apresentaram-se como candidatos às eleições Carlos Vieira, antigo vice-presidente do clube, também suspenso, Fernando Tavares Pereira, João Benedito, Dias Ferreira, Pedro Madeira Rodrigues, José Maria Ricciardi, Frederico Varandas e Rui Jorge Rego.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG