Benfica joga com gregos do PAOK na terceira pré-eliminatória

Equipa de Jorge Jesus enfrenta equipa de Abel Ferreira daqui a 15 dias. Se eliminar os gregos, o Benfica jogará o play-off com os russos do Krasnodar. Na Liga Europa, o Rio Ave joga com os bósnios do Borac.

O Benfica vai jogar fora com os gregos do PAOK Salónica, treinados pelo português Abel Ferreira e capitaneados por Vieirinha, na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, em 15 ou 16 de setembro, segundo ditou o sorteio realizado em Nyon, na Suíça, nesta segunda-feira.

No caso de seguir em frente, a formação encarnada, liderada por Jorge Jesus, defronta no play-off os russos do Krasnodar, carrascos do FC Porto na terceira pré-eliminatória da edição 2019-20, em 22 ou 23 e 29 ou 30 de setembro.

O Benfica procura a 11.ª presença consecutiva na fase de grupos da Champions, na qual já tem lugar assegurado o FC Porto, na qualidade de campeão português em título.

Os encarnados bateram o PAOK nos dois anteriores confrontos, na segunda ronda da Taça UEFA de 1999-2000 (2-1 fora e 1-2 após prolongamento e 4-1 nos penáltis em casa) e, com Jorge Jesus, nos 16 avos de final da Liga Europa de 2013-14 (1-0 na Grécia e 3-0 na Luz).

A formação helénica, que na segunda pré-eliminatória afastou os turcos do Besiktas, com um triunfo caseiro por 3-1, é comandada pelo treinador português Abel Ferreira.

Liga Europa: Rio Ave enfrenta bósnios do Borac

O Rio Ave, que está pela quarta vez a disputar a Liga Europa de futebol, vai atuar pela primeira vez na Bósnia, na cidade de Banja Luka, contra o desconhecido Borac, quatro classificado no último campeonato local.

O sorteio da segunda pré-eliminatória, realizado hoje em Nyon, na Suíça, foi algo cruel para a equipa portuguesa já que, além de ser um adversário totalmente desconhecido, obriga a uma longa e desgastaste deslocação até à segunda maior cidade da Bósnia.

O Borac, que já chegou a ser campeão bósnio, em 2010-11, foi o quarto classificado do campeonato na última temporada e esta época segue na mesma posição, embora ainda só estejam disputadas cinco jornadas, com três vitórias e duas derrotas.

O plantel, liderado por Vlado Jagovic, é composto sobretudo por jogadores de nacionalidade bósnia, com alguns sérvios e croata à mistura, com o defesa brasileiro Douglas Cruz e o avançado da Gâmbia Momodou Lamin a serem as únicas exceções.

O duelo será em 17 de setembro e, caso siga em frente, a formação de Vila do Conde ainda tem de ultrapassar a terceira pré-eliminatória (24 de setembro) e o play-off (1 de outubro), também apenas a uma mão, para conseguir um lugar na fase de grupos.

O sorteio ditou também que o Tottenham, de José Mourinho, que disputou e conquistou por duas vezes a competição (com o FC Porto em 2002-03 e com o Manchester United em 2016-17), terá que ir à Bulgária defrontar o Lokomotiv Plovdid.

O Granada, de Rui Silva e Domingos Duarte, vai atuar na Albânia frente ao Teuta, enquanto o AC Milan, de Rafael Leão, encontra o Shamrock Rovers, em solo irlandês.

Mais Notícias