Benfica desiste de contratar Cavani. Ia custar 60 milhões em três épocas

A decisão de terminar as negociações com o uruguaio foi confirmada ao DN por fonte oficial do clube. Em causa estão os custos financeiros. Em três épocas, o clube da Luz iria ter de gastar 60 milhões de euros.

O Benfica desistiu da contratação do avançado uruguaio Edinson Cavani, confirmou ao DN fonte oficial do clube da Luz. O fim das negociações foram ditados pelos elevados valores em salários que foram pedidos pelo jogador de 33 anos.

O ponta-de-lança pedia salários muito altos que iriam custar ao Benfica cerca de 60 milhões de euros durante três épocas, o que foi considerado um valor "incomportável" para o Benfica.

As negociações que decorriam há vários foram assim finalizadas sem sucesso. "Optou-se pela conclusão do processo" e o Benfica já procura alternativas, disse fonte do clube, afirmando que "o objetivo é reforçar fortemente a equipa dentro das possibilidades financeiras".

O jogador uruguaio era pretendido por Jorge Jesus, com o próprio treinador a confirmar o interesse em ter Cavani na frente de ataque. O atleta estava livre depois de ter terminado o contrato com o Paris Saint-Germain e confirmou que a hipótese de jogar em Portugal agradava.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG