Bartomeu fez ultimato a Messi, mas vai ficar sem resposta... para já

Presidente demite-se, se o capitão catalão ficar. Argentino comunicou ao clube, que representa desde os 13 anos, que quer sair. Cláusula no contrato permite saída a custo zero, na opinião do argentino.

Josep Maria Bartomeu, presidente do Barcelona, está disposto a renunciar ao cargo, se isso significar que Messi volta atrás na decisão de abandonar o clube catalão, que representa desde os 13 anos de idade. Segundo a TV3, o responsável máximo dos blaugrana exige que o argentino diga publicamente que o problema está no presidente e que admite ficar em Camp Nou se ele sair.

Segundo a televisão espanhola, Bartomeu já disse isso mesmo a Messi. A bola está agora do lado do melhor jogador do mundo, mas jã ninguém acredita num volte face. O problema vai muito além do mau relacionamento com o presidente e segundo o jornal Sport, o presidente catalão vai ficar sem resposta, pelo menos para já. No entanto, na Argentina, país natal de Messi, já se noticia que o jogador irá explicar-se publicamente e dar a sua versão dos fatos para o Mexit ou Messigate.

O jogador não tomou a decisão de ânimo leve e mantém-se firma na ideia de abandonar Barcelona. E as ofertas são mais do que muitas. Segundo a Imprensa espanhol, Leonardo, o diretor desportivo do PSG já contactou o pai e representante do argentino para saber o que ele quer para assinar pelo campeão francês. Já em Inglaterra avançam que o City de Guardiola acenou com uma oferta de 100 milhões de euros, mais os passes dos jogadores Gabriel Jesús, Eric García e do português Bernardo Silva para ter o camisola 10 do Barça. O que não deixa de ser estranho, uma vez que o jogador acionou a saída a custo zero, mas sempre seria uma forma de compensar o clube blaugrana e impedir processos em tribunal.

Já o ex-agente acredita que o argentino vai escolher o Inter de Milão e assim voltar aos duelos com Cristiano Ronaldo (Juventus), agora no Calcio.

Mais Notícias