Auriol Dongmo tem um novo recorde nacional. E é a melhor marca europeia do ano

A sportinguista Auriol Dongmo bateu o recorde de Portugal no lançamento do peso, com a marca de 18,82 metros, numa prova de preparação em Leiria, avançou a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA).

Desde janeiro, a atleta de 29 anos, nascida nos Camarões e que conta com nacionalidade portuguesa desde outubro de 2019, já melhorou o recorde nacional na modalidade em quatro ocasiões, com a marca hoje alcançada a ser a melhor europeia do ano e a terceira a nível mundial.

Dongmo foi autorizada pela World Athletics a competir por Portugal a partir de 26 de junho de 2020, informou em março a FPA.

O novo recorde foi alcançado no decorrer de uma prova de preparação em Leiria, no Centro Nacional de Lançamentos, para atletas dos clubes do distrito, com a atleta a participar como extra.

A atleta conseguiu a marca de 18,82 metros recorde logo ao primeiro ensaio, superando o anterior recorde, de 18,37 metros, que já lhe pertencia desde a época de pista coberta, quando venceu os Campeonatos de Portugal em pista coberta, em Pombal (29 de fevereiro).

No decorrer do concurso, Auriol ainda passou o anterior recorde mais uma vez (18,61 metros ao quarto ensaio), depois de ter feito 17,73 e 17,97 no segundo e terceiro ensaios.

Em termos internacionais, a sportinguista é agora a terceira nas listas mundiais (mas a melhor atleta europeia), atrás das canadianas Brittany Crew (18,88 metros, obtidos em 06 de março) e Sarah Miton (18,84, também obtidos hoje) e à frente da neozelandesa Valerie Adams (18,81).

Este foi o quarto recorde de Portugal obtido pela atleta do Sporting desde o início do ano, depois de ter lançado 18,02 metros em janeiro, passando-o depois para 18,31 e 18,37, sempre em pista coberta, até que agora superou amplamente o anterior máximo.

"Curiosamente, caso não estivesse fechada a janela de qualificação, esta marca cumpria os objetivos para competir nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para 2021", salientou em comunicado a FPA.

Quem é Auriol Dongmo?

Portuguesa de coração, devoção e papel passado, assim é Auriol Dongmo, a recordista nacional do peso que nasceu nos Camarões e que foi autorizada a competir internacionalmente por Portugal a partir do dia 26 de julho de 2020. O que quer dizer que pode representar as cores portuguesas em Tóquio 2021. Não fosse sstar fecahda a janela de qualificação e o apuramento direto teria ficado garantido este sábado. Mas tanto ela como o treinador acreditam que pode "fazer história" na modalidade.

Chegou a Portugal em 2017 para representar o Sporting, fruto de uma arrojada iniciativa pessoal. Apesar de não gostar de redes sociais, a atleta criou um perfil no Facebook só para contactar os leões e o treinador (Paulo Reis) que lhe tinha sido recomendado. "Eu tinha um convite para ir para França treinar, mas não queria ir, queria vir para Portugal, o país de Fátima. Contactei o Sporting por Facebook. Já tinha ouvido falar que era um bom clube, que apostava no atletismo e cuidava bem dos atletas e perguntei se estavam a precisar de lançadoras do peso. Foi muito bom quando tive resposta", contou atleta ao DN, numa reportagem publicada em março passado, "feliz" pelo desfecho positivo do "atrevimento".

Mas tudo começou na devoção a Nossa Senhora de Fátima. "Sou muito católica e a religião é muito importante para mim. Sempre adorei Portugal por causa de Nossa Senhora de Fátima. Depois, quando o Sporting me contactou, vi a oportunidade de conhecer Portugal e Fátima", confessou Auriol, sem palavras para descrever o que sentiu quando pisou pela primeira vez o Santuário: "O meu sonho era chegar a Portugal e ir a Fátima, e quando isso aconteceu foi incrível e maravilhoso. Um sentimento que vai ficar para a vida toda. Foi um momento muito importante para mim. A fé é a coisa mais importante na minha vida. Não sei se era capaz de treinar sem o apoio de Fátima."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG