Ataque à Academia. Sporting suspende processo disciplinar para já

Decisão do clube anunciada esta segunda feira, dia em que o juiz adiou o início da instrução pela segunda vez.

O Sporting suspendeu o processo disciplinar aberto após os ataques à Academia, em Alcochete, em 15 de maio de 2018, por "estarem a decorrer atos de instrução no âmbito do processo criminal em curso". O clube comunicou esta segunda-feira a decisão justificando que "é imprescindível a alocação individual de responsabilidades de forma estrita e rigorosa". E por isso "deliberou suspender o procedimento em curso até à conclusão da instrução" e aguardar, com prudência, "por posteriores desenvolvimentos".

Este processo disciplinar foi iniciado pela Comissão de Fiscalização do Sporting em 17 de julho de 2018 e na sequência da tomada de posse do atual Conselho Fiscal e Disciplinar. E agora adiado, tal como o início da fase de instrução do ataque à Academia do Sporting.

Em 15 de novembro do ano passado, exatamente seis meses após o ataque à academia, a procuradora Cândida Vilar (que será a procuradora do Ministério Público na fase de instrução), deduziu acusação contra 44 arguidos, incluindo Bruno de Carvalho e Mustafá, líder da claque Juventude Leonina.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG