Assinaturas para pedido de AG destitutiva entregues em Alvalade

O movimento Dar Futuro ao Sporting entregou nesta terça-feira a Rogério Alves a documentação com o objetivo de realizar uma AG para destituir a direção de Frederico Varandas.

O movimento Dar Futuro ao Sporting entregou nesta terça-feira a documentação e as respetivas assinaturas com vista à realização de uma Assembleia Geral Extraordinária com o objetivo de marcar uma reunião magna com o objetivo de destituir o presidente Frederico Varandas.

Alguns elementos deste movimento reuniram-se em Alvalade com Rogério Alves, presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, para entregar a respetiva documentação e exporem os seus argumentos. É preciso que as assinaturas totalizem pelo menos mil votos, e terá de vir acompanhada de uma justa causa, que caberá à mesa analisar.

"No último mês recolhemos as assinaturas e correu muito bem. Agora, vamos seguir em frente para que no futuro haja um Sporting. Razões da destituição? Isso falaremos no fim e iremos apresentar a justa causa para a destituição", afirmou Carlos Mourinha, responsável do movimento, citado pelo jornal A Bola.

O movimento Dar Futuro ao Sporting está descontente com a gestão do atual presidente e começou a recolher assinaturas para a marcação de uma AG destitutiva há dois meses.

A contestação aos órgão sociais já não é de agora. Em outubro um outro movimento - Salvar o Sporting - ameaçou pedir a destituição da Mesa da Assembleia Geral (MAG) e do Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD) do clube por alegadas violações aos estatutos e regulamentos.

Esta já não é a primeira vez que a ameaça de uma Assembleia Geral extraordinária destitutiva paira sob Alvalade. Foi assim que os últimos dois presidentes (Godinho Lopes e Bruno de Carvalho) acabaram por deixar o clube.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG