"A única equipa que realmente criou problemas ao Benfica foi o PAOK"

Treinador dos gregos, Razvan Lucescu, fez esta terça-feira à antevisão do duelo entre a sua equipa e os encarnados, da 2.ª mão do playoff de acesso à Liga dos Campeões

O Benfica já defrontou Fenerbahçe, V. Guimarães, Boavista, PAOK e Sporting, mas no entender do treinador dos gregos, Razvan Lucescu, apenas a sua equipa colocou os encarnados em sentido. "Até agora a única equipa que realmente criou problemas ao Benfica foi o PAOK. Sabemos que vai ser um jogo difícil para nós, mas para o Benfica também será um jogo muito, muito difícil. A pressão está do lado do Benfica", afirmou, na conferência de imprensa do jogo da 2.ª mão do playoff de acesso à Liga dos Campeões, referindo-se ao 1-1 da 1.ª mão, no Estádio da Luz.

"Sabemos que o Benfica é uma equipa de qualidade, que joga bem, mas também sabemos que temos esta vontade, este forte desejo de lutar pela qualificação. Sabemos que temos capacidade para praticar um bom futebol, assim como sabemos que, quando não conseguimos jogar como queremos, temos uma boa mentalidade e organização", acrescentou o romeno.

Apesar da vantagem na eliminatória, o técnico do conjunto de Salónica assegura que a sua equipa não terá uma abordagem defensiva. "Nunca preparamos um jogo para defender um resultado. Preparamos o jogo para aplicar o nosso estilo. Algumas vezes conseguimos, outras não. Depende também da qualidade e do poder do adversário. Mas estamos preparados para reagir. A prova disso são os dois jogos com o Spartak de Moscovo, no qual demos a volta a uma desvantagem de dois golos. Assim como o jogo de Lisboa. Na primeira parte, a partir do minuto 20, o Benfica pressionou muito e marcou no último segundo da primeira parte. Foi uma situação difícil, e outras equipas teriam acusado o golpe. Nós não. Equilibrámos o jogo na segunda parte e estivemos perto de vencer", considerou o treinador de 49 anos, filho de Mircea Lucescu.

"A situação está na nossa mão. Temos total confiança, jogamos no nosso estádio, onde temos vencido os jogos. Marcámos em todos os jogos e vamos jogar para ganhar, não apenas para garantir a qualificação. Mas estamos preparados para tudo", frisou, prometendo que os seus jogadores vão entrar em campo "dispostos a morrer pela qualificação".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG