Mais dois infetados no Benfica. Vlachodimos cria problema na baliza

Guarda-redes grego junta-se a Helton Leite entre os infetados. Surto no clube com cerca de 28 positivos. Só sete jogadores do plantel não sabem o que é ter covid-19.

Vlachodimos e Everton estão infetados com covid-19. Depois de Helton Leite ter testado positivo à covid-19, após o jogo com o Sp. Braga, na terça-feira, também o habitual titular da baliza do Benfica testou positivo. O Benfica tem assim os dois principais guarda-redes do plantel infetados. E agora?

A informação foi confirmada este domingo, véspera da receção ao Nacional, da 15ª jornada da I Liga (17.00, BTV). O recuperado Mile Svilar deve defender a baliza encarnada frente aos insulares. Ainda assim será preciso recrutar uma alternativa entre os guarda-redes da equipa B ou nos sub-23. A outra hipótese é o jogo ser adiado, mas para já, segundo o DN apurou isso não foi ainda falado.

O caso de Everton promete dar que falar. O internacional brasileiro já tinha estado em isolamento, depois da mulher ter testado positivo, mas acabou por ter luz verde da DGS para jogar a meia-final da Taça da Liga, na terça-feira. Cinco dias depois também ele está infetado e deve obrigar ao isolamento de Pedrinho. Isto porque, segundo a Imprensa desportiva, Everton mudou-se para casa do compatriota depois da mulher testar positivo.

Diogo Gonçalves, Gilberto, Vertonghen, Waldschmidt, Grimaldo, Otamendi, Nuno Tavares, Helton Leite, Everton e Vlachodimos estão assim fora das opções para Jorge Jesus. Alguns deles por 14 dias, o que significa que podem falhar o dérbi com o Sporting.

São agora dez os jogadores infetados, num total de 28 pessoas com covid-19 na estrutura benfiquista. Além dos dez jogadores e do presidente Luís Filipe Vieira o clube tem mais 18 infetados entre equipa técnica e staff. João de Deus, Pietra, Tiago Oliveira (adjuntos) Mário Monteiro, Márcio Sampaio (preparadores físicos), Paulo Lopes e Fernando Ferreira (treinadores de guarda-redes), Gil Henriques (analista), Telmo Firmino e Paulo Rebelo (fisioterapeutas) e Evandro Mota (psicólogo) também estão infetados. Tal como Luisão, agora diretor do futebol do Benfica nas redes sociais.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, a covid-19 já infetou 24 jogadores do plantel benfiquista - 14 que já recuperaram. Ou seja, apenas sete jogadores - André Almeida (está lesionado), Ferro, Samaris, Chiquinho, Rafa e Ferreyra - ainda não foram infetados.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG