Tsonga interrompe jogo para ajudar apanha-bolas

Tenista francês conquistou público australiano com a atitude: deu o braço à rapariga e ajudou-a a abandonar o court

Após a vitória de Jo-Wilfried na segunda ronda do Open da Austrália, não foi do triunfo que mais se falou. O francês, número dez do ranking mundial, teve uma atitude que conquistou o público australiano e que lhe valeu uma reação um pouco por todo o mundo nas redes sociais. Tsonga interrompeu o jogo para ajudar uma apanha-bolas que tinha sido atingida na cara por uma bola.

O tenista admite que não percebeu de imediato que a rapariga não tinha ficado bem. Mas ao olhar uma segunda vez, apercebeu-se que a jovem até tinha lágrimas nos olhos. Dirigiu-se a ela para verificar como estava, chamou ajuda e acabou por ajudá-la a abandonar o court, dando-lhe o braço. A atitude valeu-lhe de imediato um aplauso e depois multiplicaram-se os elogios nos meios de comunicação social e nas redes sociais.

Já Tsonga não esperava que se falasse tanto sobre o seu ato. "Foi normal. Ela estava aflita. Os olhos delas estavam com lágrimas. Portanto é normal que fosse ajudá-la a sair do recinto e espero que ela esteja bem", afirmou o francês, citado pelo site News. Acrescentou que durante o jogo perguntou ao árbitro como estava a rapariga e que iria tentar confirmar que ela estava mesmo bem.

Quanto ao jogo, Tsonga venceu em três sets (7-5, 6-1 e 6-4) o jovem australiano de 18 anos Omar Jasika, garantindo um lugar na próxima ronda do primeiro Grand Slam do ano.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG