Toda a história das contratações surpresa de Postiga e Abel Aguilar

O capitão da Colômbia chega ao Belenenses por influência do treinador e após negociações por mensagens telefónicas. Avançado português não resistiu ao apelo do clube da terra

Hélder Postiga e Abel Aguilar foram as grandes surpresas do fecho do mercado de transferências. O internacional português foi contratado pelo Rio Ave, enquanto o capitão da seleção da Colômbia foi recrutado pelo Belenenses.

A chegada de Abel Aguilar ao Restelo foi surpreendente, até pela forma como o processo se desenvolveu. Tudo começou no sábado quando o treinador dos azuis, o espanhol Júlio Velázquez, falou sobre esta possibilidade a Rui Pedro Soares, presidente da SAD. "Desde o início achei que seria difícil", revelou ao DN o líder dos azuis, que não esconde a felicidade de tão importante contratação: "Falei com um sócio hoje que me disse que desde o Mladenov que não tínhamos um jogador com tanto peso."

Rui Pedro Soares faz questão de atribuir o mérito da contratação do médio, de 31 anos, ao treinador. "O Júlio conhecia Aguilar dos tempos em que ele jogava em Espanha e até têm amigos em comum, por isso o mérito é todo do nosso treinador, que fez um excelente trabalho", adiantou, revelando depois que as negociações foram "bastante fáceis" e até foram originais. "O empresário do jogador estava em Londres e as negociações foram todas feitas através de mensagens de Whatsapp [aplicação de telemóvel]. Nós dissemos o que podíamos oferecer e eles aceitaram de imediato", revelou o presidente da SAD dos azuis, admitindo que "foi determinante a influência do treinador e o facto de o Abel Aguilar gostar muito de Lisboa".

A surpresa desta contratação foi tão grande que Rui Pedro Soares até deu explicações à concorrência. "Outros clubes com maior poderio financeiro do que nós ficaram surpreendidos e perguntaram-me como foi possível, porque se soubessem também tinham tentado contratá-lo", revelou. Abel Aguilar chega ao Restelo a custo zero, após rescindir com o Toulouse, tendo assinado até final da época. O Belenenses conta agora com um jogador que tem mais seguidores no Twitter do que Benfica, Sporting e FC Porto juntos.

Em Vila do Conde, a chegada de Hélder Postiga ao Rio Ave também fez sensação. Aos 33 anos, deu por terminada a curta aventura na Índia, ao serviço do Atlético Kolkata. António Silva Campos, presidente do Rio Ave, conta ao DN que foram as circunstâncias que o levaram a pensar no ponta-de-lança 71 vezes internacional por Portugal. "Primeiro de tudo ele é vilacondense e nós damos sempre prioridade aos jogadores da terra, depois soube que ele estava livre e decidimos fazer-lhe uma proposta, sabendo que o não como resposta era sempre uma possibilidade", conta.

A conversa com Hélder Postiga foi "muito fácil", afinal trata-se de "um rapaz de fácil trato", pelo que depressa chegou-se a acordo. "Ele também tinha o desejo de jogar pelo clube da terra dele", acrescentou, assumindo que o avançado "irá preencher uma lacuna na equipa para fazer uma segunda volta mais forte".

Curiosamente, Postiga jogou pelo Varzim, grande rival do Rio Ave, quando era miúdo. António Silva Campos garante que apesar disso não vê a contratação como uma facadinha no rival. "Nada disso, até porque infelizmente o Varzim está na II Liga e nós lutamos por lugares europeus.

Arouca pescou no Man. City

O Arouca garantiu o concurso do internacional costa-riquenho Rodney Wallace, decisivo na conquista do título de campeão da MLS 2015 pelos Portland Timbers, e o jovem Jorge Intíma, que chega do todo--poderoso Manchester City.

Carlos Pinho, presidente do Arouca, revela ao DN que estes eram jogadores "observados há algum tempo" e não esconde a felicidade de ambos terem optado pelo seu clube. "O Wallace tinha outras propostas, mas acabou por aceitar a nossa, por o Arouca ser um clube em crescimento e ele tinha boas referências." Em relação a Jorge Intíma, Carlos Pinho diz ser "um orgulho" tê-lo no clube, pois este extremo de 20 anos "tinha muitos clubes interessados". "Nunca pensámos que ele nos iria escolher, foi mesmo até ao fecho do mercado", referiu o presidente arouquense.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG