Título europeu de corta-mato "é como tirar 20 na escola"

Os títulos europeus de corta-mato masculino e feminino alcançados hoje pelos atletas do Sporting são como tirar uma nota 20 na escola, disse hoje o diretor técnico de atletismo do clube.

"É um título europeu, é um titulo difícil de conquistar, é como tirar 20 a uma disciplina ou outra coisa qualquer. Têm de se esforçar, têm de dar todos o litro, há pressão, naturalmente, e a vitória é um merecido prémio", disse aos jornalistas Carlos Silva.

Em declarações no final da Taça dos Campeões Europeus de corta-mato, disputada em Mira, distrito de Coimbra, Carlos Silva frisou que se manteve a "felicidade" da equipa, um lema que o clube lisboeta tem vindo a seguir.

"Sinto-me uma pessoa feliz, um técnico feliz, em trabalhar com estes atletas. Porque conseguiram transportar para a competição um espírito coletivo, um espírito de felicidade e um espírito de competência", evidenciou Carlos Silva.

De acordo com o dirigente 'leonino', esta é "uma equipa acima de tudo com um espírito de missão, com objetivos bem definidos, bem traçados e que trabalha para os alcançar".

Na ocasião, Carlos Silva dedicou o título europeu de corta-mato ao presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, destacando ainda o trabalho que Rui Caeiro, dirigente do Sporting com a tutela das modalidades amadoras, tem feito no atletismo.

"É um momento especial e é um momento especial dedicado à direção, nomeadamente ao presidente Bruno de Carvalho", frisou o diretor técnico do atletismo sportinguista.

O Sporting venceu hoje o título masculino na Taça dos Campeões Europeus de corta-mato ao terminar a prova com 25 pontos, com o queniano Davis Kiplangat a dar o cetro individual aos 'leões'.

Também a equipa feminina de seniores conquistou o título de campeã europeia de corta-mato, ao fechar a competição com 22 pontos, com Jessica Augusto no segundo lugar individual.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG