"William está na convocatória"

Internacional português regressa aos eleitos, para defrontar o Feirense, depois de um mês de ausência. Garantia dada pelo técnico leonino, que confessa estar muito satisfeito com o plantel à disposição

Jorge Jesus abordou na tarde desta quinta-feira a situação de William Carvalho, que não joga pelos leões desde 8 de agosto, altura em que defrontou o Desportivo das Aves a contar para a 1.ª jornada da I Liga.

"O William fez um jogo pela seleção em que jogou muito bem. Tem treinado connosco e está na convocatória para o jogo com o Feirense", disse o treinador que depois generalizou quando lhe foi perguntado se teria de fazer algum trabalho psicológico com o médio devido à sua saída falhada para um clube estrangeiro.

"Estas questões dos jogadores de grande qualidade todos os clubes vão ter e ainda bem que é assim; é um indicador de que as equipas têm grandes jogadores, com procura no mercado. Há um trabalho diferenciado do treinador, não só neste tema, o treinador tem que saber conversar, analisar e partilhar todos os problemas que os jogadores têm de ordem desportiva e familiar", explicou Jesus sem abrir muito o jogo.

Questionado se tinha o plantel mais forte do campeonato português, Jesus revelou estar contente com a matéria prima que tem à disposição: "Não sei por que me fazem essa pergunta, estamos satisfeitos com o plantel, temos tentado estes dois anos fazer um plantel forte, eu e o presidente. Estamos extremamente satisfeitos e penso que agora que todas as equipas vendedoras passaram à tranquilidade."

Para a partida desta sexta-feira com o Feirense, Jesus adiantou que nesta quinta-feira chegaram três futebolistas a Portugal que estiveram nas suas seleções; Coates, Acuña e Doumbia. Mas estão todos aptos depois de terem sido observados pelo departamento médico. Sobre o encontro com o Feirense, Jesus não recusou a responsabilidade do encontro: "Vamos ter um jogo complicado perante uma equipa que tem oito pontos, vamos passar por alguns períodos complicados durante o jogo, faz parte do que é o Sporting, da a pressão e da obrigação de jogar para somar os três pontos. A equipa está confiante e jogo a jogo a aumentar a sua rentabilidade.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG