"O presidente transmitiu a sua opinião e estou de acordo com ele"

Sobre o futuro, o técnico leonino diz que quer "recuperar a grande equipa" que o Sporting construiu na época passada

Jorge Jesus marcou presença esta sexta-feira na conferência de imprensa de antevisão ao embate frente ao Feirense a contar para a 33ª jornada da Liga Nos e, inevitavelmente, foi confrontado sobre o seu futuro.

Depois de durante esta semana ter sido avançada a hipótese de Jorge Jesus deixar o Sporting no final desta época, o presidente leonino garantiu quinta-feira através do Facebook que quer a continuidade do treinador, afirmando que é com ele que quer ser campeão. Questionado sobre o tema, o técnico preferiu não abrir o jogo, comentando de forma sucinta as palavras de Bruno de Carvalho.

"Aquilo que o presidente transmitiu está dito, não há comentários a fazer, estou de acordo com o que ele disse. Agora o que importa é avançar para o jogo com o Feirense. Ele [o presidente Bruno de Carvalho] transmitiu a sua opinião e estou de acordo com ele", afirmou o técnico.

Sobre a hipótese de treinar o FC Porto, Jesus lembrou que os treinadores nunca podem fechar portas. " Falou desse clube mas podia falar de outro qualquer. Somos treinadores, não somos treinadores de um clube. Tanto é assim que antes de chegar a esta casa já treinei vários. Treinador trabalha em função dos clubes, não interessa especificar o nome do clube. É assim a vida do treinador."

Jorge Jesus foi também confrontado com o facto de, este sábado, o Benfica poder alcançar o tetra campeonato, afirmando que todos gostariam de estar nessa posição.

"Não se fica resolvido amanhã [campeonato]. Todos nós gostávamos de estar nessa posição. Isso é um problema do Benfica. O que é importante é o Sporting e aquilo que prometemos quando chegámos: estar a lutar pelo titulo".

De resto, Jesus explicou a ideia que norteia a preparação da próxima temporada: "Vamos tentar recuperar a grande equipa que fizemos no ano passado."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG