Montero não se sentiu devidamente reconhecido em Alvalade

Internacional colombiano esperava jogar mais esta temporada

Freddy Montero embarcou esta quinta-feira para a China onde irá representar o Tianjin Teda. À partida o internacional colombiano fez o seu balanço das duas épocas e meia que esteve ao serviço do Sporting, salientando que por vezes não foi reconhecido como, segundo ele, devia ter sido.

"Dei sempre o meu melhor, defendi as cores do Sporting com todas as minhas forças. Esperava jogar mais esta época, pois há dois anos fui o goleador da equipa. Sempre que fui opção tentei dar o meu melhor, ajudar a equipa com golos e bom futebol. Consegui alguns pontos vitais", disse o jogador, salientando depois que nem sempre teve o devido reconhecimento em Alvalade.

"Sim, por vezes. Sou humano, tenho sentimentos. O futebol é um estado de espírito, mas esquecia tudo sempre que entrava em campo, como titular ou suplente utilizado. Estou grato a todas as pessoas do clube, estou orgulhoso destes dois anos e meio e voltaria a assinar pelo Sporting", afirmou, abordando depois esta inesperada transferência para a China: "Vou para demonstrar o meu talento, marcar golos e tentar ser uma referência. Trata-se de um projeto desportivo e económico que vai marcar a minha vida e o futuro da minha família"."

Montero aproveitou também para falar sobre a transferência de Carrillo para o Benfica, salientando que ninguém tem o direito de o criticar pela opção que tomou. "São coisas normais no futebol, não é uma novidade um jogador mudar-se para um clube rival na mesma cidade. Ninguém no Sporting tem o direito de julgá-lo, tomou a decisão dele. Como amigo e companheiro dentro do campo, respeito-o e desejo-lhe o melhor", revelou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG