Jorge Jesus: "Era importante ganhar e não sofrer golos. Fizemo-lo"

Treinador do Sporting destacou exibições de Fábio Coentrão e Fredy Montero, após o triunfo sobre o Viktoria Plzen.

O treinador do Sporting, Jorge Jesus, mostrou-se satisfeito com o triunfo sobre o Viktoria Plzen. "Era importante ganhar e não sofrer golos. Fizemos as duas coisas", sublinhou o técnico, esta quinta-feira.

"Podíamos sair daqui com mais um golo, mas eles também nos apertaram um bocadinho neste último período, com dois avançados muito grandes", analisou Jesus, na entrevista rápida à SIC, após o jogo, referindo que a equipa leonina "fez um jogo muito seguro". "Não vamos com a eliminatória segura, mas vamos muito melhor do que começámos hoje", notou o técnico, lamentado que Coates e William Carvalho tenham visto o cartão amarelo e falhem a segunda mão (quinta-feira, 15, na República Checa), por castigo. "Dos seis que arriscavam ser suspensos, por acumulação de cartões] , ficámos sem dois, sem necessidade nenhuma", lamentou o treinador.

De resto, Jorge Jesus destacou a exibições de dois homens da equipa leonina: Fábio Coentrão e Fredy Montero. "O Fábio pode estar cansado, pode estar a morrer, mas tem energia, tem vontade, determinação, coragem.... Mesmo cansado não morre no posto, avança para cima dos adversários. Acabou o jogo completamente cansado", explicou o treinador, revelando porque acabou por susbstituir o lateral esquerdo (adaptando momentaneamente Bruno Fernandes).

Quanto a Fredy Montero, lucrou com a ausência de Bas Dost, ao jogar mais solto na frente, devido à ausência do holandês (lesionado). "O Fredy gosta de ser jogador mais junto aos dois centrais. Quando sai para ligar o jogo, não tem muita agilidade e velocidade, mas na área é um jogador frio, que finaliza muito bem", destacou Jorge Jesus.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG