Beto "nunca será um grande guarda-redes", disse Jorge Jesus

O guarda-redes foi, há sete anos, muito criticado pelo atual treinador do Sporting. Agora vai rumar a Alvalade

O guarda-redes Beto, que deverá fazer nesta sexta-feira exames médicos e assinar pelo Sporting, foi a solução encontrada pelos leões para assegurar uma alternativa a Rui Patrício e começará a trabalhar às ordens de Jorge Jesus.

Porém, o guardião de 34 anos, que defendeu as balizas do Sevilha nas últimas quatro épocas, nem sempre teve em Jorge Jesus um fã.

Em causa está o Leixões-Sp. Braga, de 14 de fevereiro de 2009, em que os leixonenses venceram na Pedreira por 1-0, autogolo de Frechaut. Que tem isto a ver com o Sporting? Jorge Jesus treinava os bracarenses e, na altura, respondeu assim à grande exibição de Beto na baliza do Leixões.

"Beto é diferente do Eduardo. Com 1,80m nunca será um grande guarda-redes", vaticinou.

Uma opinião que terá sido revista positivamente por Jesus, até porque Beto chega ao Sporting depois de ganhar três vezes a Liga Europa - uma pelo FC Porto e duas pelo Sevilha -, prova em que Jesus foi duas vezes batido em finais.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG