Acusação de fraude na inscrição pode valer suspensão de 1 a 6 anos a Amorim

Em causa está a participação apresentada pela ANTF, em março de 2020, que, segundo o clube, resultou na "acusação contra a Sporting SAD e o seu treinador Rúben Amorim, alegando existir fraude na inscrição de Rúben Amorim como treinador.

O Sporting anunciou esta segunda-feira a contestação à acusação de fraude na inscrição de Rúben Amorim, pela Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), após participação da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF).

Em comunicado, o Sporting denuncia "uma situação que considera constituir um dos episódios mais lamentáveis e surreais da história do futebol português".

Em causa está a participação apresentada pela ANTF, em março de 2020, que, segundo o clube, resultou na "acusação contra a Sporting SAD e o seu treinador Rúben Amorim, alegando existir fraude na inscrição de Rúben Amorim como treinador, e pretendendo ver o mesmo condenado a uma sanção de um a seis anos de suspensão de atividade".

De acordo com os 'leões', a disciplina desportiva pretende condenar o técnico 'verde e branco' por "se ter inscrito como treinador-adjunto e não como treinador principal, quando ainda não possuía habilitação para tanto", numa ação que o clube considera "muito direcionada", pela inexistência de processos idênticos, nomeadamente com Rúben Amorim, que antes treinava o Sporting de Braga.

"Só um corporativismo ultrapassado pode acreditar que um processo deste género promove e protege a classe dos treinadores portugueses. E só uma disciplina desportiva cega, no pior sentido, poderia entender ser de acolher essa sanha persecutória", refere o Sporting, lamentando "o tratamento díspar e enviesado em desfavor" dos 'leões'.

Nesse sentido, o Sporting dirige-se aos sócios e adeptos para assegurar que "não existe qualquer fundamento jurídico que sustente a sanção proposta de um a seis anos de suspensão" e que "reitera a sua total confiança nesta equipa técnica".

Rúben Amorim, de 36 anos, chegou ao Sporting em 05 de março de 2020, proveniente do Sporting de Braga, tendo, na quinta-feira passada, prolongado o seu contrato com o clube, por mais uma época, até 30 de junho de 2024.

Após 22 jornadas, o Sporting lidera, sem derrotas, a I Liga portuguesa de futebol, com 58 pontos, mais 10 do que o campeão FC Porto, e mais 12 do que o Sporting de Braga, que ainda vai receber o rival Vitória de Guimarães nesta ronda.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG