Sousa histórico persegue feito de Frederico Gil

Português venceu Granollers e atingiu os oitavos-de-final de um Masters 1000 pela primeira vez. Agora tem de superar Jack Sock

João Sousa continua a escrever a história do ténis português. Ontem, em Madrid, o tenista não deu hipóteses ao lucky loser Marcel Granollers (substituiu o lesionado Roger Federer), ganhando com um duplo 6-3 e garantindo assim o melhor resultado da sua carreira em eventos Masters 1000, atingindo os oitavos-de-final do torneio.

Só um português conseguiu até hoje um feito maior: Frederico Gil, que em 2011 chegou aos quartos--de-final em Monte Carlo, depois de eliminar Gael Monfils, por 7-6 (8-6) e 6-2. A seguir enfrentou Andy Murray e foi derrotado, falhando o acesso às meias-finais.

Para igualar o feito de Gil, Sousa terá de superar o norte-americano Jack Sock, 26.º do ranking, que ontem à noite eliminou o argentino Del Potro (6-4, 7-6), ex-top 5 mundial e atual 274.º ATP. "Não tenho preferência. Aqui não há rondas fáceis. O Del Potro está a jogar muito bem, derrotou o Thiem, que é um grande jogador, e o Jack também ganhou 7-6 ao Benoit Paire. Vai ser um grande encontro, qualquer que seja o adversário, e vou tentar ganhar", disse o tenista ainda antes de saber o nome do adversário.

Leia mais na edição impressa e no epaper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG