"Sou fã de Marco Silva. Este Fulham encanta e vai voltar à Premier League"

Treinador português lidera a II Divisão inglesa no clube com mais golos marcados em toda a Europa (70). Scott Minto, ex-jogador do Benfica e atual comentador de futebol, assume que é fã de Marco Silva e acredita que a equipa londrina vai ter grande sucesso.

São 70 golos em 26 jornadas e na liderança do Championship, o segundo escalão do futebol inglês. O grande responsável por esta proeza é o português Marco Silva, 44 anos, treinador da equipa com mais golos marcados esta época nas principais ligas europeias e que está a encantar Inglaterra. Só nos últimos três jogos foram 19, com goleadas à antiga (7-0, 6-2, 6-2), algo que não se via no futebol inglês há 68 anos.

Os The Cottagers são o clube profissional mais antigo de Londres (fundado em 1849) e estão apostados no regresso ao escalão maior do futebol inglês. E as contas parecem bem encaminhadas, já que lideram o campeonato com mais cinco pontos do que o segundo classificado, o Bournemouth.

Scott Minto, ex-jogador inglês que representou o Benfica entre 1997 e 1999, e que atualmente é comentador de futebol, está maravilhado com a carreira do Fulham e ao DN confessa que sempre foi um admirador do treinador português, que em Inglaterra já treinou o Hull City, Watford, Everton e agora os The Cottagers.

"São uma equipa fantástica, que marca muitos golos, e para mim não é surpresa a época que estão a realizar. Têm um lote de excelentes jogadores e destaco sobretudo o Mitrovic, o melhor marcador do Championship, que está numa forma fantástica", disse Minto ao DN.

O antigo defesa benfiquista, que em Inglaterra representou o Chelsea, West Ham e Charlton, admite que sempre foi um admirador do trabalho do português: "Eu gosto muito do Marco Silva, aliás sempre gostei desde o início quando ele chegou ao futebol inglês, para treinar o Hull City. Foi infeliz nessa temporada, ao não conseguir manter o clube na Premier League. Mas as suas equipas sempre praticaram um bom futebol. Agora está a fazer um excelente trabalho no Fulham e não tenho dúvidas de que vai conseguir alcançar a subida de divisão e provavelmente ser campeão do Championship."

Scott Minto vai mais longe e já vê o Fulham a fazer boa figura na próxima época no escalão maior do futebol inglês. "Acredito muito neste projeto do Fulham. Estou encantado! Se conseguirem subir de divisão, e se lhe forem dadas condições a nível de confiança e poderio financeiro para reforçar a equipa, julgo que podem impor-se definitivamente na Premier League com um projeto sustentado. Sou um grande fã de Marco Silva e acredito mesmo que vai subir de divisão e ter sucesso na Premier League", reforçou o agora comentador.

18 meses parado a estudar

Marco Silva, que em Portugal treinou o Estoril e o Sporting, e depois ainda teve uma experiência no Olympiacos da Grécia, onde foi campeão, deixou o Everton em dezembro de 2019, devido aos maus resultados, e esteve ano e meio desempregado. No verão foi convidado para orientar o Fulham (tem como adjunto Luís Boa Morte) e tentar o regresso do clube londrino ao escalão maior do futebol inglês.

"Para ser sincero, voltar ao futebol inglês foi sempre a minha prioridade. Tive outras oportunidades para rumar a outros destinos na Europa e treinar em grandes ligas, e também tive sondagens de clubes da Premier League e de outros do Championship. Mas optei pelo Fulham", referiu o técnico português há uns meses, numa entrevista à Sky Sports.

"Durante o período em que estive sem treinar, aproveitei o tempo para ver muitos jogos pela TV e preparar-se para um novo desafio. Analisei tudo para preparar a minha próxima aventura o melhor possível. Quando se deu a oportunidade de voltar a Inglaterra, para treinar o Fulham, tinha as baterias recarregadas", acrescentou.

No Fulham jogam dois jogadores portugueses, Domingos Quina e Ivan Cavaleiro. O primeiro tem sido pouco utilizado, devido sobretudo a uma lesão, e vai alternando entre a equipa principal e os sub-23. Já o avançado ex-Benfica, apesar de não ser titular absoluto, leva 13 jogos e dois golos marcados esta temporada. Depois há o luso-inglês Fábio Carvalho, uma das grandes figuras da equipa. E, claro, o matador sérvio Aleksandar Mitrovic, que esta temporada está de pontaria afinada e já leva 27 golos em 26 jogos.

O Fulham teve como momentos mais altos da sua história a Taça Intertoto ganha em 2002 e a presença na final da Liga Europa em 2010, troféu que perdeu para o Atlético de Madrid. Antes, em 1975, chegou a uma final da Taça de Inglaterra, saindo derrotado diante do West Ham. De resto, o clube tem oscilado entre a Premier League (27 presenças) e os escalões secundários ingleses. Atualmente lidera o Championship, com 16 vitórias, seis empates e quatro derrotas em 26 jornadas.

O fenómeno Fábio Carvalho

Mitrovic tem dado nas vistas pelos golos marcados, mas o grande destaque do Fulham esta época tem sido o luso-inglês Fábio Carvalho, jogador de 19 anos formado no clube inglês.

Carvalho nasceu em Lisboa e representou as camadas jovens do Benfica entre os 8 e 11 anos, antes de a sua família se mudar para Londres. Chegou ao Fulham em 2014 e em 2020 assinou um contrato profissional, sendo já internacional pelos escalões jovens da seleção inglesa.

As boas exibições esta temporada com Marco Silva têm chamado a atenção de vários tubarões europeus, tendo sido já apontado a clubes como Real Madrid, Barcelona, Liverpool e Chelsea. Fábio está em final de contrato e Marco Silva teme perder o jogador. "Sei que o agente dele tem estado a falar com grandes clubes, mas acredito que a direção do Fulham terá as coisas sob controlo", disse há dias o treinador português.

nuno.fernandes@dn.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG