Sharapova vai recuperar estatuto de embaixadora da Boa Vontade da ONU

No mês passado, tenista russa viu Tribunal Arbitral do Desporto reduzir suspensão pelo positivo por meldonium de 24 para 15 meses

A tenista russa Maria Sharapova vai recuperar o estatuto de embaixadora da Boa Vontade das Nações Unidas quando cumprir a suspensão por doping, anunciou hoje a instituição.

"O PNUD [Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento] ficou satisfeito por saber que Maria Sharapova pode regressar ao desporto que adora mais cedo do que o esperado e vamos levantar a suspensão do seu cargo como embaixadora da Boa Vontade quando a sua suspensão terminar, em abril de 2017", indicou um porta-voz da ONU.

No mês passado, a tenista russa viu o Tribunal Arbitral do Desporto reduzir a sua suspensão pelo positivo por meldonium de 24 para 15 meses.

Inicialmente, Sharapova tinha sido suspensa por dois anos pela Federação Internacional de Ténis (ITF), na sequência do controlo positivo por meldonium, uma substância que passou a integrar a lista de substâncias proibidas a 01 de janeiro e que a russa admitiu ter tomado durante dez anos, no último Open da Austrália.

Antes da suspensão, a antiga número um mundial e vencedora de cinco torneios do 'Grand Slam', de 29 anos, trabalhou ativamente junto da população afetada pelo desastre de Chernobyl.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG