William Carvalho. Um guarda-costas de gelo

Há dez meses foi eleito o melhor jogador do Europeu sub-21. Teve que passar por Fátima e pela Bélgica para se afirmar como indiscutível na equipa principal do Sporting

William Silva de Carvalho nasceu no bairro Sambizanga, em Luanda, e foi já na adolescência que se mudou com a família para Portugal, mais concretamente para a zona de Sintra. Nos modestos Algueirão e no Mira Sintra começou a dar os primeiros passos no futebol, mas foi neste último emblema que começou a despertar a atenção dos dois rivais de Lisboa. O primeiro a bater-lhe à porta foi o Benfica, que após três meses de observações, o convidou a mudar-se para a formação do clube. O médio, então com 13 anos que já jogava nos juvenis, não se deixou convencer, afinal o coração batia pelo Sporting...

No dia em que recebeu o convite dos encarnados, tinha feito um golo pelo Mira Sintra na derrota com o Sporting. Os técnicos leoninos ficaram desde logo com William debaixo de olho e duas semanas depois o clube de Alvalade bateu-lhe à porta, cumprindo-se assim o sonho do miúdo que já jogava com os mais velhos...

Se sinto que nasci para vencer? Sim, sinto que fui escolhido por Deus.

Em Alcochete iniciou a sua evolução, passando pelos iniciados, juvenis e juniores, antes de ser emprestado ao Fátima, que militava na II Divisão, no primeiro ano de sénior, aos 19 anos. Só que a meio da temporada 2011/12 surgiu a possibilidade de emigrar para a Bélgica, para representar o Cercle Brugge, clube com quem o Sporting tinha um protocolo. Em uma temporada e meia tornou-se indiscutível da equipa.

No verão de 2014, Leonardo Jardim assumiu o comando técnico do Sporting e como queria conhecer os vários jogadores que se encontravam emprestados, chamou William Carvalho para a pré-temporada. Era a oportunidade que precisava. Aos 22 anos, o médio tornou-se um dos indiscutíveis dos leões, surgindo na equipa como um desconhecido, que de repente arrancou para uma época fantástica que lhe valeram os maiores elogios da crítica.

Nas duas épocas que se seguiram, com Marco Silva e Jorge Jesus, manteve-se intocável, afinal estava ali um autêntico guarda-costas no meio-campo, com fibra de gelo, pois é daqueles que raramente perde a lucidez em campo, mesmo quando as coisas não correm da melhor forma.

Em 2015 foi eleito pela UEFA como o melhor jogador do Europeu de sub-21, apesar de na final ter falhado a grande penalidade decisiva no desempate com a Suécia. A partir desse momento estava apresentado aos principais colossos do futebol europeu, que já não o perderam de vista. O adeus a Alvalade será, por isso, uma questão de tempo. E as suas exibições no Euro 2016, em França, podem muito bem servir de trampolim para voos mais altos.

Temos a seleção recheada de grandes jogadores, um grupo forte e o melhor jogador do mundo.

BI

Data de nascimento: 07/04/1992 (24 anos)

Naturalidade: Luanda, Angola

Altura: 1,87 m

Peso: 84 kg

Clube atual: Sporting

Clubes de formação: Algueirão, Mira Sintra e Sporting

Clubes representados: Sporting, Fátima, Cercle Brugge

Títulos: Taça de Portugal (2014/15) e Supertaça portuguesa (2015).

CARREIRA NA SELEÇÃO

Estreia: 19/11/2013, Suécia-Portugal (2-3)

Internacionalizações: 17

Golos: 0

FASE DE QUALIFICAÇÃO

Jogos: 5

Minutos: 178

Golos: 0

NÚMEROS

2 troféus/títulos conquistados enquanto sénior

3 golos marcados esta época pelo Sporting

5 golos marcados nos escalões jovens das seleções

14 golos marcados como jogador sénior

17 jogos pela seleção nacional A

31 jogos realizados nos escalões jovens da seleção

36 jogos realizados esta época pelo Sporting

193 jogos realizados como jogador sénior

2889 minutos jogados esta época no Sporting

45 000 000 milhões de euros é o valor da cláusula de rescisão com o Sporting

Mais Notícias

Outras Notícias GMG