Pepe. O muro de Maceió

Mudou-se do Brasil para a Madeira aos 18 anos. Começou no Marítimo, passou pelo FC Porto e agora é uma das estrelas do Real Madrid

Pepe Laveran Lima Kepler é o nome completo de um dos centrais carismáticos do futebol europeu. Lidera a defesa do Real Madrid onde atingiu um estatuto de imprescíndível para todos os treinadores que passam pelo banco do histórico clube espanhol. É um autêntico muro.

O defesa-central nasceu em Maceió, no Brasil, de onde saiu aos 18 anos para enfrentar o maior desafio da sua vida. Deixou para trás os pais, mas antes prometeu-lhes que iria para a Europa, mas que iria fazer tudo para que, do outro lado do oceano, pudessem um dia assistir a um jogo dele através da televisão. Não foi preciso esperar muito.

O meu objetivo principal era fazer um jogo que os meus pais, no Brasil, pudessem ver na televisão. Foi isso que prometi à minha mãe quando saí e trabalhei sempre com esse foco. Foi um sonho poder proporcionar-lhes esse momento.

Em 2001, aterrou na ilha da Madeira para representar o Marítimo. Começou por jogar nos juniores, depois na equipa B, mas ainda na sua época de estreia no Funchal representou os maritimistas em quatro jogos de campeonato. Pepe era daqueles centrais duros e rápidos que não enganava. Fez mais duas temporadas no Marítimo, embora pelo meio tenha ido à experiência ao Sporting. Não convenceu. Agradeceu o FC Porto, que em 2004/05 foi buscá-lo à Madeira para três temporadas sempre em crescendo.

A ligação a Portugal era cada vez maior, de tal forma que acabou por se naturalizar e mostrou-se disponível para representar a seleção. A estreia foi pela mão de outro brasileiro, Luiz Felipe Scolari, que na altura era o selecionador nacional. Pepe já tinha dado o outro grande salto da sua vida, quando deixou o Dragão, onde conquistou vários títulos, para rumar ao colosso Real Madrid, a troco de 30 milhões de euros.

O carinho que me demonstravam fez com que fosse amadurecendo a decisão de representar Portugal O país estava a dar-me muita coisa e eu tinha o dever de retribuir. Ainda estava no Marítimo quando comecei a pensar no assunto.

Rapidamente convenceu a exigente afición merengue, embora os adversários e a crítica o tenham muitas vezes criticado pelas suas entradas duras. Uma delas valeu-lhe uma censura generalizada em Espanha, quando num jogo com o Getafe, em 2009, agrediu várias vezes Casquero. As imagens correram mundo e o central apanhou dez jogos de castigo. Contudo, a força interior de Pepe fizeram com que desse a volta a esse momento difícil.

O momento alto pelo Real Madrid foi a conquista da Liga dos Campeões em 2014, troféu que, curiosamente, poderá voltar a levantar esta temporada. Na seleção é um dos indiscutíveis, já chegou às 70 internacionalizações, e participou em cinco fases finais: Europeu de 2008, 2012 e 2016 e Mundiais 2010 e 2014.

BI

Data de nascimento: 26/02/1983 (33 anos)

Naturalidade: Maceió, Brasil

Altura: 1,87 m

Peso: 83 kg

Clube atual: Real Madrid (Espanha)

Clubes de formação: Corinthians Alagoano, Marítimo

Trajeto: Marítimo, FC Porto, Real Madrid

Títulos: Liga portuguesa (2005/06 e 2006/07), Taça de Portugal (2005/06), Supertaça portuguesa (2004 e 2006), Taça Intercontinental (2004), Liga espanhola (2007/08 e 2011/12), Supertaça espanhola (2008 e 2012), Taça do Rei de Espanha (2010/11 e 2013/14), Liga dos Campeões (2013/14), Supertaça europeia (2014), Mundial de Clubes (2014).

CARREIRA NA SELEÇÃO

Estreia: 21/11/2007, Portugal-Finlândia (0-0)

Internacionalizações: 70

Golos: 3

FASE DE QUALIFICAÇÃO

Jogos: 4

Minutos: 360

Golos: 0

NÚMEROS

1 golo marcado esta época pelo Real Madrid

15 títulos conquistados

27 golos marcados como sénior

30 jogos realizados esta época pelo Real Madrid

315 jogos realizados com a camisola do Real Madrid

540 jogos realizados como sénior

2614 minutos realizados esta época pelo Real Madrid

30 000 000 de euros foi o valor da transferência do FC Porto para o Real Madrid em 2007

Mais Notícias

Outras Notícias GMG