Esta vai ser a "Cidade do Futebol"

A casa das seleções nacionais vai estar concluída em abril de 2016. Saiba mais sobre este projeto que custa mais de 10 milhões de euros.

Agora é mesmo a valer. A Cidade do Futebol, espaço que vai albergar nas imediações do Jamor tudo o que diz respeito às seleções nacionais, vai mesmo arrancar e os responsáveis federativos contam que esteja a funcionar a partir de abril de 2016, a tempo de a seleção nacional poder preparar neste espaço a fase final do Euro 2016.

O projeto foi apresentado esta tarde por Fernando Gomes, líder da FPF, numa cerimónia que contou com as presenças do ministro Marques Guedes, do secretário de Estado Emídio Guerreiro, todos os selecionadores (Rui Jorge esteve ausente por se encontrar no sorteio dos sub-21) e ainda os ex-jogadores Nuno Gomes, Fernando Couto e Vítor Baía.

Trata-se de uma promessa de Fernando Gomes, atual presidente da FPF, cujo investimento é de cerca de 13 milhões de euros (inicialmente custava 10ME, mas a FPF decidiu mudar a sede para o Jamor e isso terá um custo adicional de mais 3ME) e que só foi possível graças à cedência de terrenos por parte do Estado. Mas o investimento será da total responsabilidade da Federação Portuguesa de Futebol - com auto-financiamento e subsídios da UEFA e da FIFA.

Além dos relvados e todos os edifícios de apoio ao futebol, a sede da FPF também deixará de ser na Rua Alexandre Herculano, em Lisboa, e passará a funcionar neste espaço a partir de abril de 2016.

A Cidade do futebol reúne num só local todas as instalações da Federação Portuguesa de Futebol, nomeadamente o Edifício Sede, o Centro Logístico, o Centro Técnico e um Núcleo Central que funciona como o "Centro de Acolhimento" de todos os que se relacionam com a FPF.

Núcleo Central

Acolhimento da Cidade do Futebol, Centro de Formação, Centro de Conferências, Área de Exposição e Restaurante/Cafetaria.

Sede

Áreas de trabalho de todos os departamentos da FPF.

Centro Técnico de Futebol

Três campos de treino, um campo de treino de guarda-redes, um núcleo de balneários com todas as valências necessárias ao trabalho dos atletas - nomeadamente ginásio, centro de hidroterapia e um núcleo de escritórios destinado ao trabalho da equipa técnica e staff de apoio.

Centro Logístico

Armazéns de material de treino e de equipamentos, arquivo, áreas de apoio ao tratamento e manutenção dos campos de treino, lavandaria, áreas para preparação das viagens e o conjunto de escritórios destinado ao trabalho das equipas ligadas à manutenção e segurança. No mesmo edifício, mas com acesso independente, será instalado o Centro de Imprensa da FPF.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG