Santos e a dupla Ronaldo/Quaresma: "O Cristiano já sabe onde a bola cai..."

Selecionar nacional lembrou a importância de vencer por muitos golos e ainda não quis abordar a Taça das Confederações. Mas revelou que Pepe deve recuperar da lesão.

Portugal venceu a Letónia (3-0) e continua a depender só de si para ir ao Mundial2018 (ver quadros). "Continuamos a depender só de nós. Este apuramento envolve o número de golos marcados, daí dizer que dependemos só de nós, porque se vencermos todos os jogos, depois os golos serão decisivos no apuramento", lembrou o selecionador, feliz pelo triunfo folgado.

Agora segue-se a Taça das Confederações (de 17 a 2 e julho). Mas esse ainda é um "não assunto" para Fernando Santos. "Isso é só para a semana. Agora acabou a Letónia...", atirou, antes de falar na baixa de última hora: "Pepe não pôde jogar, mas penso que estará em condições de continuar connosco."

Ontem, a seleção nacional voltou a sentir dificuldades no início do jogo: "Sabíamos que iam pressionar, contra-atacar mais vezes, nos primeiros 20, 30 minutos baixámos muito as linhas. Sempre que conseguíamos impor alguma velocidade criávamos algum perigo. Baixámos muito as linhas, procurámos corrigir." Como? " Pedi ao André [Silva] para ficar na frente. A partir daí conseguimos controlar melhor o jogo. Conseguir o golo é fundamental", respondeu o técnico, em declarações à RTP.

"Depois, na segunda parte ajustámos algumas coisas, encontrámos melhor o jogo, a circulação foi mais rápida e acabámos por vencer justamente. Com cabeça e determinação", elogiou.

Ronaldo marcou dois golos, um deles a passe de Quaresma, o maior servidor do capitão na era Fernando Santos. "Nós conhecemos o Cristiano, o Quaresma, o que eles fazem. Conhecem-se há muitos anos, o Cristiano já sabe onde a bola cai...", explicou o engenheiro, que voltou a deixar Quaresma no banco (Gelson Martins foi titular).

Algo que o extremo não contesta: "São opções do treinador. Só tenho de respeitar e dar o meu melhor", disse o jogador que voltou a oferecer um golo a CR7: "É sempre um prazer entrar e ajudar a equipa. Tento agarrar as oportunidades."

Já André Silva voltou a fazer dupla com Ronaldo, no ataque, e voltou a fazer o gosto ao pé. "Entendemo-nos todos bem dentro de campo e com jogadores desta qualidade fica mais fácil jogar. É graças a nós e aos treinos que fazemos", disse o jovem avançado no final do jogo com a Letónia, "feliz" pelos três pontos e por mais um golo, o sétimo em oito jogos pela seleção.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG