Sai Benítez entra Zidane, o 11º treinador da era Florentino

Técnico espanhol, há muito contestado, não resistiu e foi substituído pelo ex-jogador francês no comando do Real Madrid

Rafa Benítez foi ontem despedido do comando do Real Madrid e o senhor que se segue é Zinedine Zidane, antigo internacional francês e ex-jogador do clube que orientava o Castilla (foi também adjunto de Ancelotti), a equipa satélite do Real, e que muitos apontavam ao cargo a médio prazo - Luís Figo disse recentemente que esse era um dos objetivos de Zidane, que vê agora, provavelmente mais cedo do que pensava, o seu sonho concretizado.

A generalidade da imprensa espanhola já tinha avançado a notícia a meio da tarde de ontem, mas a confirmação só surgiu ao início da noite numa conferência de imprensa com o presidente e o novo treinador. "Tomámos a difícil decisão de despedir Rafa Benítez, um grande profissional e uma pessoa magnífica. Agora o treinador será Zidane, uma das maiores figuras da história do futebol. Para ele não existe a palavra impossível", disse Florentino. Já Zidane, acompanhado da mulher e dos filhos na cerimónia, mostrou-se honrado com o convite: "Quero agradecer ao clube e ao presidente a oportunidade de treinar esta equipa. Temos o melhor clube do mundo, os melhores adeptos e espero fazer o melhor possível para que a equipa ganhe algo no final da temporada. É um dia importante para mim, tal como todos os jogadores que passaram a treinador. O meu coração estará todo com este clube."

12 anos a triturar treinadores

O banco do Real Madrid passou a ser um foco de instabilidade desde que Florentino Pérez assumiu a presidência do clube em 2000 (só não esteve na presidência entre fevereiro de 2006 e junho de 2009). No total, em 12 anos, o líder da Casa Branca despediu 10 treinadores, numa razia que começou em 2003 com Vicente del Bosque e passou, entre outros, por Carlos Queiroz, José Antonio Camacho, Manuel Pellegrini, Mourinho e Ancelotti.

Leia mais na edição impressa e no epaper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG