Ronaldo, Rúben Dias e Bruno Fernandes são candidatos à Bola de Ouro

Há três jogadores portugueses nomeados para o prémio da revista France Football que distingue o melhor futebolista do ano. O defesa Nuno Mendes está no lote de candidatos a vencer o troféu Kopa, destinado ao melhor futebolista com menos de 21 anos.

Cristiano Ronaldo, Rúben Dias e Bruno Fernandes são os três jogadores portugueses candidatos à Bola de Ouro 2021, distinção atribuída pela revista francesa France Football ao melhor futebolista de cada ano.

CR7 volta a figurar na lista de 30 finalistas a este prémio, sendo que a estrela portuguesa, que este ano trocou a Juventus pelo Manchester United, já foi distinguido por cinco vezes, sendo agora candidato ao sexto troféu, apesar de a época passada não ter sido muito feliz, uma vez que além da Taça de Itália apenas conseguiu ser o melhor marcador da Série A, com 29 golos.

Contudo, a maior coroa de glória do ano foi tornar-se no melhor marcador de sempre de seleções nacionais, ao serviço de Portugal, ultrapassando o recorde mítico do iraniano Ali Daei, contabilizando agora 111 golos.

Ao contrário, Rúben Dias teve uma época fantástica, tendo mesmo sido considerado o melhor defesa do ano na Premier League, depois de se ter sagrado campeão com o Manchester City, clube do qual já é um dos capitães após pouco mais de um ano ao serviço dos citizens. O defesa de 24 anos ajudou ainda a equipa de Pep Guardiola a conquistar a Taça da Liga inglesa e a chegar à final da Liga dos Campeões, perdida para o Chelsea, no Estádio do Dragão.

O médio Bruno Fernandes é o terceiro português candidato à Bola de Ouro. O jogador do Manchester United, de 27 anos, foi o terceiro melhor marcador da Premier League da época passada com 18 golos, tendo sido importante nos red devils durante um ano em que não venceu qualquer troféu, mas chegou à final da Liga Europa (perdida para o Villarreal no desempate por penáltis) e ficou em segundo lugar na liga inglesa.

Os restantes 27 candidatos revelados pela France Football são os seguintes: Riyad Mahrez (Argélia/Manchester City), Ngolo Kanté (França/Chelsea), Erling Haaland (Alemanha/Borussia Dortmund), Leonardo Bonucci (Itália/Juventus), Mason Mount (Inglaterra/Chelsea), Harry Kane (Inglaterra/Tottenham), Gianluigi Donnarumma (Itália/Milan e PSG), Karim Benzema (França/Real Madrid), Raheem Sterling (Inglaterra/Manchester City), Nicolò Barella (Itália/Inter Milão), Lionel Messi (Argentina/Barcelona e PSG), Pedri (Espanha/Barcelona), Luka Modrić (Croácia/Real Madrid), Giorgio Chiellini (Itália/Juventus), Kevin De Bruyne (Bélgica/Manchester City), Neymar (Brasil/PSG), Lautaro Martínez (Argentina/Inter Milão), Simon Kjaer (Dinamarca/AC Milan), Robert Lewandowski (Polónia/Bayern Munique), Jorginho (Itália/Chelsea), Mohamed Salah (Egito/Liverpool), César Azpilicueta (Espanha/Chelsea), Romelu Lukaku (Bélgica/Inter e Chelsea), Gerard Moreno (Espanha/Villarreal), Phil Foden (Inglaterra/Manchester City), Kyllian Mbappé (França/PSG) e Luis Suárez (Uruguai/Atlético de Madrid).

Refira-se que Lionel Messi foi o último vencedor da Bola de Ouro, em 2019, sendo que no ano passado este troféu não foi entregue devido à pandemia de covid-19.

​​​​​​Nuno Mendes candidato ao Troféu Kopa

O lateral-esquerdo Nuno Mendes, que este verão trocou o Sporting pelo Paris Saint-Germain, é um dos 10 candidatos a Troféu Kopa, prémio do France Football para o melhor futebolista do ano de menos de 21 anos.

Nuno Mendes, de 19 anos, foi um dos elementos chave no título conquistado pelos leões em 2020-21, cumprindo 29 jogos no campeonato, todos como titular, nos quais marcou um golo, logo à terceira jornada, no reduto do Portimonense (2-0).

No último dia do fecho do mercado de verão (31 de agosto), Nuno Mendes - que se estreou como internacional A a 24 de março, num triunfo por 1-0 sobre o Azerbaijão, em Turim - rumou ao Paris Saint-Germain.

Os franceses pagaram sete milhões de euros como taxa de empréstimo de um ano - período em que cederam ao Sporting o internacional espanhol Pablo Sarabia - e ficaram com uma opção de compra no final da época 2021-22 por 40 milhões de euros.

Na equipa gaulesa, Nuno Mendes, companheiro de equipa de Lionel Messi, Kylian Mbappé e Neymar, já cumpriu seis jogos, quatro na Ligue 1 e dois na Liga dos Campeões, tendo sido titular no recente triunfo diante do Manchester City (2-0).

O lateral-esquerdo concorre ao prémio com Jude Bellingham e Giovanni Reina (Borussia Dortmund), Jérémy Doku (Rennes), Ryan Gravenberch (Ajax), Mason Greenwood (Manchester United), Jamal Musiala (Bayern Munique), Pedri (Barcelona), Bukayo Saka (Arsenal) e Florian Wirtz (Bayer Leverkusen).

Nas duas primeiras edições deste prémio, Mbappé foi o vencedor em 2018 e o central holandês Matthijs de Ligt em 2019, com o português João Félix a ficar em terceiro.

Ederson e Oblak entre os candidatos ao Troféu Yachine

Os ex-benfiquistas Jan Oblak, esloveno do Atlético de Madrid, e Ederson, brasileiro do Manchester City, estão entre os 10 nomeados ao troféu Yachine da revista francesa France Football, que distingue o melhor guarda-redes do ano.

Além dos titulares dos clubes campeões de Espanha e Inglaterra, a lista inclui o do vencedor da principal competição europeia de clubes, o senegalês Edouard Mendy, que ganhou a Champions, no Estádio do Dragão, no Porto, ao serviço do Chelsea.

Quanto às seleções, estão nomeados o italiano Gianluigi Donnarumma, que no defeso trocou o AC Milan pelo Paris Saint-Germain, e o argentino Emiliano Martínez, do Aston Villa, os vencedores da Copa América.

Na lista, estão ainda o esloveno Samir Handanovic, campeão de Itália pelo Inter Milão, e o alemão Manuel Neuer, do Bayern Munique.

O belga Thibaut Courtois (Real Madrid), o costa-riquenho Keylor Navas (Paris Saint-Germain) e o dinamarquês Kasper Schmeichel (Leicester) completam a lista dos 10 nomeados para guarda-redes do ano.

O Troféu Yachine vai ser entregue pela segunda vez, depois da vitória do brasileiro Alisson Becker, desta vez ausente dos 10 nomeados, na edição de 2019. O segundo foi o alemão Marc-André Ter Stegen e o terceiro Ederson.

Barcelona e Chelsea com cinco nomeadas para a Bola de Ouro feminina

O campeão europeu Barcelona e o Chelsea, ambos com cinco nomeadas, são os clubes com mais candidatas à vitória na Bola de Ouro feminina da revista France Football, que anunciou as 20 finalistas.

A guarda-redes Sandra Paños, a defesa Irene Paredes, a média Alexia Putellas e as avançadas Lieke Mertens e Jennifer Hermoso são as candidatas do também campeão espanhol e europeu Barcelona. Refira-se que Putellas já venceu o prémio de melhor jogadora do ano da UEFA, batendo as suas companheiras de equipa Hermoso (segunda classificada) e Mertens (terceira).

Por seu lado, Fran Kirby, Jessie Fleming, Pernille Harder, Magdalena Eriksson e Sam Kerr são as cinco candidatas do Chelsea à sucessão da norte-americana Megan Rapinoe, vencedora em 2019, que não está entre as 20 finalistas.

Kadidiatou Diani, Ashley Lawrence, Marie-Antoinette Katoto (PSG), Christiane Endler e Wendie Renard (Lyon), Christine Sinclair (Thorns FC), Viviane Miedema (Arsenal), Ellen White (Manchester City), Samantha Mewis (North Carolina Courage) e Stina Blackstenius (Häcken) são as outras candidatas.

A Bola de Ouro feminina foi entregue pela primeira vez pelo France Football em 2018, premiando a norueguesa Ada Hegerberg, jogadora do Lyon.

Os vencedores da Bola de Ouro 2021 serão conhecidos ano dia 29 de novembro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG