Ronaldo marca e passa a ser o melhor marcador da história (ou não...)

Contabilidade dos golos dos adversários levanta dúvidas, mas segundo uma das teorias, o português tem 760 golos, mais um do que Josef Bican.

A dias de fazer 36 anos (5 de fevereiro) Cristiano Ronaldo chegou ao topo dos melhores marcadores do futebol mundial com 760 golos. O golo marcado ao Nápoles esta noite, na Supertaça italiana permitiu ao jogador da Juventus superar Josef Bican (759). O português ajudou a vecchia signora a vencer (2-0) e ergueu o 33.º troféu da carreira.

Como sénior - e tirando os seis golos nas seleções sub-21 e olímpica -, o jogador português marcou até agora cinco golos pelo Sporting, 118 pelo Manchester United, 450 pelo Real Madrid, 85 pela Juventus e 102 por Portugal.

A coroação não é unanime porque a contabilidade de Josef Bican, Pelé e Romário são recheadas de versões diferentes. Segundo a organização que regista as estatísticas do futebol, a Soccer Statistics Foundation (RSSSF), Bican é o maior goleador de todos os tempos no futebol, com 805 golos, seguido de Romário, com 772, e de Pelé, com 767.

O problema é que há golos marcados em jogos particulares, jogos-treino e alguns em jogos não oficiais. Por isso, feitas as contas, segundo a BBC, o austríaco de coração checo tem na realidade 759 golos, menos um do que Ronaldo. O que faz do português o maior goleador de sempre do futebol mundial.

Mais um entre muitos recordes com a marca CR7. O capitão nacional é ainda o melhor marcador da história da Liga dos Campeões (135 golos), do Real Madrid (450) e da seleção nacional (102).

Ronaldo persegue ainda outro recorde: ser o melhor marcador de sempre por seleções (tem 102 e está a sete de Ali Daei).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG