Roger Federer eliminado em Wimbledon

O tenista suíço foi surpreendido nos quartos-de-final pelo polaco Hubert Hurkacz em três sets.

O suíço Roger Federer foi eliminado esta quarta-feira do Torneio de Wimbledon em ténis ao perder com o polaco Hubert Hurkacz, que assim chega pela primeira vez às meias-finais da prova londrina.

Federer, que detém o recorde de oito troféus conquistados, foi surpreendido pelo sexto cabeça de série em apenas três sets, com os parciais de 6-3, 7-6 (7-4) e 6-0, após 1.51 horas de partida.

O polaco, de 24 anos, que nunca tinha passado terceira ronda em Wimbledon, vai agora tentar apurar-se pela primeira vez para a final de um major.

Djokovic discute acesso à final com Shapovalov

Sem dificuldade, o atual campeão e número um mundial Novak Djokovic garantiu a presença nas meias-finais após vencer o húngaro Marton Fucsovics em três sets.

Djokovic, de 34 anos, primeiro cabeça de série, impôs-se no encontro dos quartos de final ao 48.º classificado do ranking mundial - que nunca tinha chegado tão longe na prova londrina em piso de relva -, pelos parciais de 6-3, 6-4 e 6-4, após duas horas e 19 minutos de confronto.

O sérvio, detentor de 19 títulos do Grand Slam, entre os quais cinco em Wimbledon (2011, 2014, 2015, 2018 e 2019), vai defrontar nas meias-finais o canadiano Denis Shapovalov (12.º da hierarquia do ATP), que venceu o russo Karen Khachanov em cinco sets.

Shapovalov impôs-se num longo encontro dos quartos de final a Khachanov, 29.º posicionado na hierarquia da ATP e 25.º pré-designado, pelos parciais de 6-4, 3-6, 5-7, 6-1 e 6-4, após três horas e 28 minutos de confronto.

Shapovalov, de 22 anos, vai tentar apurar-se pela primeira vez para a final de um major frente ao sérvio Novak Djokovic, número um mundial e detentor de 19 títulos do Grand Slam, cinco dos quais em Wimbledon (2011, 2014, 2015, 2018 e 2019, no último ano em que a prova se disputou).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG