Roberto Carlos: "Ederson vai melhorar ainda mais"

O antigo lateral-esquerdo elogiou ainda Jonas, Alex Telles, Soares e avisou que Bruno César "é extremo"

O antigo defesa-esquerdo Roberto Carlos mostrou-se esta quinta-feira encantado com alguns jogadores brasileiros que jogam em Portugal, sobretudo com Ederson Moraes, guarda-redes do Benfica que se encontra ao serviço da seleção canarinha.

"No Brasil tivemos grandes guarda-redes, Dida, Taffarel, Marcos, Valdir Peres, mas o Ederson tem demonstrado que é um grande guarda-redes, acompanho os jogos dele todos os fins-de-semana, e acredito que vai melhorar ainda mais", afirmou Roberto Carlos na zona mista do Football Talks 2017, que decorre no Centro de Congressos do Estoril.

Mas os elogios não se ficaram por aqui, mostrando um grande conhecimento daquilo que se passa em Portugal. "O Soares está muito bem no FC Porto, é um bom jogador que muita gente não conhecia, mas como outros joga em grandes clubes", frisou, ao mesmo tempo que também destacou outro portista. "O Alex Telles é um fenómeno está bem no FC Porto e acredito que dentro de pouco vai estar na seleção. Não é um Roberto Carlos mas é um bom jogador", gracejou.

Além de Alex Telles, Roberto Carlos teve uma tirada curiosa quando questionado sobre Bruno César, que tem jogado algumas vezes como defesa-esquerdo no Sporting: "O Bruno não é lateral, é extremo, deixa-o jogar como extremo e não como lateral!"

Quanto aos mais veteranos, depois de destacar o "grande amigo" Luisão, deixou a certeza que outro benfiquista tem ainda algo para dar à seleção brasileira: "Tenho visto o Zé Roberto está a jogar bem no Palmeiras aos 42 anos, por isso acho que o Jonas, com a idade e a experiência que tem, vai continuar a fazer golos aqui e pode muito bem voltar a jogar na seleção."

Roberto Carlos falou ainda da luta pelo estatuto de melhor jogador do mundo, recusando a possibilidade de o compatriota Neymar subir ao trono em breve. "O Cristiano Ronaldo continua a ser o número um, o Neymar ter o momento dele, mas o Messi e o Cristiano vão continuar na briga, estão vivos e são os melhores. O Neymar vai estar na luta", sublinhou.

O segundo dia do Football Talks 2017, ficou marcado pelo discurso de Roberto Carlos que subiu ao palco com a Taça das Confederações na mão. Esta é uma competição que se vai realizar no próximo verão, com a seleção nacional como uma das oito participantes. O brasileiro garantiu que irá "torcer por Portugal" por causa de "Fernando Santos, Pepe e Cristiano".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG