O 21.º ouro de Phelps e outras novidades da noite passada no Rio

A lançadora do disco Irina Rodrigues saiu lesionada dos treinos e Serena Williams foi eliminada no ténis. Leia tudo aqui

O nadador norte-americano Michael Phelps alargou hoje o seu domínio na piscina, tendo chegado às 21 medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, ao vencer a prova dos 200 metros mariposa do Rio2016.

Depois de ter anunciado o abandono após os Jogos Londres2012, Phelps voltou atrás e decidiu regressar no Brasil, tendo já vencido três provas nas piscinas do Rio, uma pela estafeta 4x100 metros livres e outras duas hoje, a primeira na prova individual dos 200 metros mariposa e a segunda na estafeta 4x200 metros livres. Com os ouros conquistados na terça-feira, Phelps chegou aos 21 títulos, enquanto no total leva já 25 medalhas conquistadas.

O domínio norte-americano na piscina estendeu-se a Katie Ledecky, que hoje conquistou o título olímpico nos 200 metros livres, já depois de se ter sagrado campeã nos 400 metros livres, prova na qual bateu também o recorde do mundo.

A nadadora húngara Katinka Hosszu tem sido outra das dominadoras na natação, tendo conquistado hoje o título olímpico dos 200 metros estilos, assegurando a sua terceira medalha de ouro nos presentes Jogos. Hosszu já vencera anteriormente os 400 metros estilos e os 100 metros costas.

Serena Williams eliminada pela ucraniana Svitolina

Realce ainda para a queda hoje da campeã olímpica de ténis em título, a norte-americana Serena Williams, líder do 'ranking' mundial que perdeu frente à ucraniana Elina Svitolina na terceira ronda de singulares.

Com esta derrota, Williams despediu-se do Rio2016, uma vez que anteriormente já tinha sido afastada da prova de pares, na qual fazia equipa com a sua irmã mais velha, Venus, numa prova em que eram igualmente as detentoras do título.

Lançadora de disco Irina Rodrigues sai dos Jogos após lesão nos treinos

A lançadora do disco Irina Rodrigues vai falhar os Jogos Olímpicos Rio2016, depois de sofrer uma "lesão grave" no treino da tarde de terça-feira, no ginásio da Aldeia Olímpica, anunciou hoje o Comité Olímpico de Portugal (COP).

A atleta do Sporting, de 25 anos, falhará, assim, aquela que seria a sua segunda presença em Jogos Olímpicos, depois de ter sido 32.ª na estreia, em Londres2012.

José Carvalho estreia-se em nono lugar na canoagem

O canoísta José Carvalho estreou-se em Jogos com o nono lugar em C1 no slalom, em prova ganha francês Denis Gargaud Chanut (90,17 segundos), que deixou o eslovaco Matej Benus a 0,85 segundos e o japonês Takuya Haneda, a 3,27.

A misteriosa mudança de cor da piscina de saltos para a água

A piscina onde decorrem as provas de saltos para a água no Rio2016 ficou verde na noite de segunda-feira, com as posteriores investigações a serem inconclusivas quanto à causa.

O contraste foi evidente durante a prova de mergulho sincronizado feminino a 10 metros, na terça-feira, em água verde que contrastava claramente com o azul claro da vizinha piscina do polo aquático.

EUA e China disputam quem acumula mais medalhas

O quadro de medalhas continua a registar uma luta intensa entre Estados Unidos e China, com os norte-americanos a ganharem a maioria dos seus títulos na natação pura, enquanto os chineses têm variado mais, mas estão muito fortes na discplina de saltos para a água, na qual apostam tudo em conquistar as oito finais: até agora venceram três em três.

As chinesas Chen Ruolin e Liu Huixia foram as melhores nos saltos para a água sincronizados, em plataforma a 10 metros, no que foi a quinta vitória em Jogos Olímpicos de Chen, que igualou a marca da sua compatriota Wu Minxia, estabelecida no domingo. Igualmente para a China foi o título nos 63 kg do levantamento do peso masculino, com Deng Wei a vencer a prova com um combinado de 262 kg, que constitui um novo recorde do mundo.

Simone Biles liderou a equipa dos Estados Unidos ao ouro de ginástica artística, juntamente com Gabby Douglas, Aly Raisman, Madison Kocian e Laurie Hernandez a totalizar 184.897 pontos, batendo a Rússia (176.688) e a China (176.003).

Marcos Freitas falha meias-finais de ténis de mesa

O mesatenista português Marcos Freitas foi ontem eliminado pelo japonês Jun Mizutani nos quartos-de-final do torneio olímpico de singulares, ao perder por 5-2 em sets.

O jogador madeirense ganhou o segundo e o quinto parcial do encontro frente ao número 6 do Mundo, por 11-9 e 12-10, mas os restantes foram todos favoráveis ao nipónico (11-4, 11-3, 11-8 e 11-2), muito forte no último set a impedir qualquer tentativa de reação do português.

Alemanha, Grécia e Eslovénia vencem os seus primeiros ouros destes Jogos

O dia ficou ainda marcado pela estreia de Alemanha, Grécia e Eslovénia no lugar mais alto do pódio dos Jogos Rio2016, ao vencerem as provas de concurso completo de equitação, tiro com pistola a 25 metros e judo, respetivamente.

O alemão Michael Jung revalidou o título do concurso completo de equitação, montando o cavalo Sam num percurso sem falhas, no qual somou 40,90 pontos, e garantido assim o primeiro título para os germânicos nos presentes Jogos. Jung, de 34 anos, já tinha nestes Jogos uma medalha de prata, na competição por equipas, na qual a Alemanha foi batida pela França.

Depois de um bronze na pistola a 10 metros, a Grécia averbou agora um ouro, pela mesma Anna Korakaki, desta vez em tiro com pistola a 25 metros: a jovem de 20 anos bateu na final a alemã Monika Karsh, por 8-6, enquanto a suíça Heidi Diethelm Gerber completou o pódio. Este foi o primeiro ouro para a Grécia depois de Atenas2004 -- nos 'seus' Jogos conquistou seis títulos -, depois de não ter vencido qualquer prova em Pequim2008 e Londres2012.

O primeiro pódio para a Eslovénia surgiu no judo e logo com o ouro. Tina Trstenjak venceu a categoria de -63 kg, ao bater na final a francesa Clarisse Agbegnenou, a quem já tinha sucedido como campeã do mundo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG