Há oito anos tirou uma fotografia com o ídolo Phelps. Ontem ganhou-lhe a medalha 

O nadador de Singapura conquistou a medalha de ouro dos 100 metros mariposa e impediu Phelps de conquistar o seu 23.ª ouro

Joseph Schooling tinha 13 anos quando conheceu o ídolo da natação Michael Phelps. Foi em 2008 que jovem teve a oportunidade de tirar uma fotografia com aquele que já era um fenómeno das piscinas, com seis medalhas de ouro olímpicas no currículo. Phelps estava em Singapura, a preparar as olimpíadas de Pequim, onde ganharia mais oito ouros, quando os seus caminhos se cruzaram. Ontem à noite voltaram a cruzar-se e Schooling acabou por ganhar-lhe o que seria a 23.ª medalha de ouro da sua carreira.

O nadador de Singapura conquistou a medalha de ouro dos 100 metros mariposa dos Jogos Rio2016, superando um trio que empatou no segundo lugar, no qual se incluía Michael Phelps.

Schooling foi o mais forte ao nadar em 50,39 segundos, impedindo Phelps de conquistar a sua 23.ª medalha de ouro, mas o norte-americano assegurou o seu 27.º pódio, ao empatar no segundo lugar com o sul-africano Chad le Clos e com o húngaro Laszlo Cseh, todos com 51,14, um caso inédito na natação dos Jogos Olímpicos.

Não foi a primeira vez, no entanto, que os dois competiram. Esse encontro foi em 2012 e na altura ele recordou a foto de quatro anos antes, quando dava pelos ombros de Phelps, usava óculos e nem sequer parecia ter 13 anos. "Ele abraçou-me e disse que eu era muito jovem, para manter a cabeça levantada e continuar a trabalhar", disse então Schooling.

O jovem deixou o país no ano seguinte para treinar nos Estados Unidos e agora estuda na Universidade do Texas, Austin. Com a medalha, Schooling recebe também 665 mil euros, um incentivo que faz parte do programa de Singapura para conseguir mais medalhas para juntar às duas pratas e dois bronzes que ganhou nas últimas décadas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG