Atletas do triplo salto prometem dar tudo, mas não falam em medalhas

Nélson Évora, Patrícia Mamona e Susana Costa confiantes em alcançar bons resultados

Os atletas Nelson Évora, Patrícia Mamona e Susana Costa, que vão representar Portugal nos Jogos Olímpicos do Rio2016, no triplo salto, mostraram-se confiantes num bom resultado, prometendo dar o melhor.

Na partida para o Rio de Janeiro, os três atletas falaram aos jornalistas no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, e Patrícia Mamona - atleta que se sagrou campeã europeia a 10 de julho, nos campeonatos que decorreram em Amesterdão - transporta a confiança da vitória nos Europeus para os Jogos.

"Estou em forma, a valer mais que o meu recorde pessoal, agora é uma questão de estar tudo ok, bom tempo, boas 'vibes', não fazer nulos e, se isso acontecer, acho que vou ter uma boa surpresa. Sonhamos todos estar no mais alto possível e ouvir o hino, mas acho que é um momento que tem de ser conquistado", afirmou.

A atleta do Sporting não conseguiu alcançar as finais nos Jogos Londres2012, algo que espera que não volte a acontecer, até porque se considera mais experiente.

"Estou mais experiente, já competi ao mais alto nível mais vezes. Tive os Europeus que me deram uma motivação extra, uma inspiração. O objetivo primário é fazer sempre melhor que o passado e depois, na final, tudo o que vier vai ser muito bom. Estou sempre confiante para fazer o meu melhor e espero que chegue para a medalha. Se não chegar, vou estar contente na mesma, pois sei que trabalhei para chegar ao meu melhor, pelo menos o meu recorde pessoal", vincou

Já Nelson Évora, campeão olímpico em Pequim2008, considerou um percalço não ter sido apurado para as finais dos Europeus, algo que já ultrapassou.

"[O desempenho nos Europeus] Foi um percalço, não me vai influenciar negativamente. Olho em frente e vou continuar o trabalho que estou a desenvolver. Vamos mais cedo para preparar todos os pormenores, desde o fuso horário ao clima", disse.

Quanto a promessas, Évora foi claro : "Posso prometer que vou dar o meu melhor"

"Estou num bom momento, agora falta mostrar isso dentro da pista. A sensação de estar em muito boa forma é quase como a de um 'super-homem'. Sinto-me tão bem ou melhor do que no passado e agora há que demonstrá-lo. Espero demonstrar que sou um 'super-homem' dentro da pista".

Quanto a Susana Costa, que também registou a sua melhor marca nos Europeus de Amesterdão, mostrou-se com boas expectativas e relativizou os problemas que surgiram na aldeia olímpica.

"Sinto-me preparada e quero fazer tudo para chegar à final. Bater recordes pessoais nestes eventos nem sempre é possível, o mais importante é passar a final. Muito trabalho, boas expectativas e estou confiante. Espero encontrar tudo em perfeitas condições, só penso em competir. Se tiver que dormir no chão durmo no chão, mais importante para mim é competir", disse.

Os atletas vão cumprir um estágio no Brasil de cerca de uma semana, iniciando posteriormente as provas do triplo salto, que decorrerão entre 13 e 16 de agosto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG