Adeptos ingleses detidos por agressão a polícias presentes ao juiz esta segunda-feira

Os dois adeptos ingleses detidos na baixa do Porto por agressões a agentes policiais serão presentes ao juiz esta segunda-feira. Há mais duas pessoas detidas e um polícia teve que receber tratamento hospitalar.

O Porto foi o palco do final da Liga dos Campeões, o que levou ao reforço das ações e contingente policial na cidade, num total de mil agentes Na noite de sábado, foram detidos dois adeptos ingleses por agressões a agentes policiais e que serão presentes ao juiz esta segunda-feira. Um polícia ficou ferido e teve que receber tratamento hospitalar.

Os confrontos ocorreram na baixa portuense, onde decorreram os festejos do Chelsea pela conquista da Liga dos Campeões 2020/21. Mais duas pessoas foram detidas na noite deste sábado, mas o Comando Metropolitano do Porto não tem a confirmação se estas detenções estão relacionadas com as celebrações.

Um facto positivo e que contribuiu para o fim dos ajuntamentos tem a ver com o encerramento dos estabelecimentos às 22:30, medida decorrente do combate à pandemia.

Fonte do Comando Metropolitano do Porto disse ao DN que a polícia tentou controlar as "escaramuças entre adeptos" na Baixa do Porto e na Zona Ribeirinha, locais de concentração dos festejos. Celebrações que terminaram por volta da meia-noite, hora a que os agentes policiais começaram a ser desmobilizados.

"Estamos a controlar a situação e a garantir a manutenção da ordem, deixando que os adeptos festejem nas ruas", disse no sábado uma fonte policial, confirmando a existência de confrontos entre os adeptos ingleses.

O Chelsea sagrou-se pela segunda vez campeão europeu de futebol, ao vencer por 1-0 o Manchester City. A final da Liga dos Campeões 2020/21, entre duas equipas inglesas, foi disputada no Estádio do Dragão, no Porto.

Atualizado às 10:30 de domingo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG