Prisão preventiva para jogador do Manchester City acusado de violação e abuso sexual

Benjamin Mendy permanecerá detido durante as duas próximas semanas, antes de se apresentar novamente no tribunal de Chester.

A justiça britânica colocou esta sexta-feira em prisão preventiva o futebolista francês Benjamin Mendy, do Manchester City, que se encontra acusado de quatro crimes de violação e um de abuso sexual.

O jogador foi detido na quinta-feira pela polícia inglesa e presente hoje a tribunal, sessão durante a qual apenas deu o seu nome, morada e data de nascimento, tendo o juiz recusado o pedido de fiança apresentado, pelo que Mendy permanecerá detido durante as duas próximas semanas, antes de se apresentar novamente no tribunal de Chester, em 10 de setembro, para nova audição.

O defesa francês, de 27 anos, está acusado de quatro crimes de violação e um de abuso sexual, alegadamente ocorridos entre outubro de 2020 e agosto de 2021, tendo esta última acusação surgido já com o jogador em liberdade condicional.

Após a notícia da detenção de Mendy, o Manchester City anunciou que este ficará suspenso enquanto estiver a decorrer o processo legal e que o clube não irá fazer qualquer outro comentário até ao fim do mesmo.

Mendy, que está a iniciar a sua quinta temporada no clube, é colega de equipa no Manchester City dos portugueses Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG