Portugueses com bom desempenho no arranque do Dakar2021

Nas motos, o luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi o quinto mais rápido, a 16 segundos do vencedor. Já Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi 10.º, a 23 segundos de Brabec, enquanto o transmontano Rui Gonçalves (Sherco) terminou na 20.ª posição.

O norte-americano Ricky Brabec (Honda) e o catari Nasser Al-Attyiah (Toyota) venceram este sábado o prólogo do rali Dakar2021, em motas e carros, respetivamente.

O norte-americano, vencedor da edição de 2020, foi o mais rápido das duas rodas, gastando 6.01 minutos a cumprir os cerca de 10 quilómetros de percurso, batendo o companheiro de equipa, o espanhol Joan Barreda, por apenas seis segundos, sendo ambos da equipa gerida pelo português Ruben Faria.

O luso-germânico Sebastian Bühler (Hero) foi o quinto mais rápido, a 16 segundos do vencedor. Já Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi 10.º, a 23 segundos de Brabec, enquanto o transmontano Rui Gonçalves (Sherco) terminou na 20.ª posição, a 35 segundos, nesta que é a sua estreia nas grandes maratonas de todo-o-terreno.

Nos automóveis, Al-Attyiah foi o mais rápido, com o tempo de 5.48 minutos, exatamente o mesmo tempo do que o sul-africano Brian Baragwanath (Century) e oito segundos mais rápido do que o árabe Yazeed Al-Rajhi (Toyota).

O leiriense Ricardo Porém (Borgward) foi o 17.º mais rápido, a 19 segundos do vencedor.

Ao todo, 286 veículos receberam ordem de partida para esta 43.ª edição do rali Dakar, 101 motas, 16 quads, 64 carros, 61 veículos ligeiros e 44 camiões, num total de 546 participantes de 48 países diferentes.

A prova tem partida e chegada em Jeddah, com cerca de oito mil quilómetros de percurso, entre este sábado e o dia 15 de janeiro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG