Portugal sofre mas conquista primeira vitória olímpica no andebol

A seleção portuguesa de andebol ganhou 26-25 frente ao Bahrain, somando a primeira vitória oficial nos Jogos Olímpicos.

A seleção portuguesa de andebol somou esta segunda-feira a primeira vitória oficial das modalidades coletivas de pavilhão lusas em Jogos Olímpicos, frente ao Bahrain (26-25), somando os primeiros pontos à segunda jornada do Grupo B do torneio de Tóquio2020.

Um jogo em que Portugal mostrou muita ineficácia e vários erros técnicos poucos habituais, acabou por pender para os lusos no último minuto, um destino semelhante para o Bahrain, que já tinha perdido pela margem mínima, e no fim, com a Suécia.

A Dinamarca lidera a 'poule', com quatro pontos, depois de hoje ter batido o Egito (32-27), com portugueses, egípcios e suecos, que ainda hoje jogam com o anfitrião Japão, com dois pontos. Japão e Bahrain não pontuaram.

Os quatro primeiros classificados de cada um dos dois grupos avançam para os quartos de final do torneio olímpico.

No primeiro tempo, o jogo começou equilibrado até ao 5-3, apontado por Ferraz, que viria a somar duas exclusões, com o Bahrain a dar a volta ao marcador, para 6-5, num lance em que usou o sistema tático 'sete contra seis'.

Gustavo Capdeville, que entrou ainda no primeiro tempo, acabou por começar aí uma exibição sólida, que por várias vezes, com defesas importantes, acima da dezena, manteve Portugal na discussão do vencedor.

Do outro lado, também um 'super' Mohamed Ali ia somando à falta de acerto luso no ataque, com os asiáticos a saírem em vantagem pela margem mínima ao intervalo (15-14).

Na etapa complementar, a toada manteve-se similar, com erros ofensivos, ainda que com melhor acerto defensivo, e Portugal a usar o 'sete contra seis' para recuperar distâncias.

Esbarraram, frequentemente, numa exibição 'assombrosa' do guarda-redes Mohamed Ali, mesmo que os portugueses já estivessem de mira pouco afinada e a 'facilitar' no tipo de remates, pouco variados, mesmo sem 'ofuscar' Capdeville, também ele em alto nível e com várias intervenções que mantiveram Portugal na 'corrida'.

Portugal chegou à igualdade a 24 com um 'golaço' de Miguel Martins, entrou em igualdade a 25 nos últimos minutos e Pedro Portela, melhor marcador luso, com seis tentos, conseguiu o papel de herói, ao fazer o 26-25 à entrada do último minuto.

Nesse momento, nem um lance livre conseguiu dar a vitória ao Bahrain, em 60 segundos finais quase iguais aos vividos com os suecos, após um bom jogo dos asiáticos contra um Portugal histórico, pelo primeiro triunfo em Jogos.

Na quarta-feira, Portugal defronta a Suécia, pelas 11:30 (03:30), de novo no Yoyogi National Stadium.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG