Portugal perde na Roménia e vai jogar 'play-off' do Grupo Mundial I

A seleção nacional de ténis perdeu este domingo com a Roménia, por 3-1, na eliminatória do Grupo Mundial I e falhou o apuramento direto para a fase de qualificação das Finais da Taça Davis em ténis, agendada para março.

Depois do empate registado no primeiro dia, graças ao triunfo de João Sousa no singular inaugural frente a Filip Cristian Jianu e a derrota de Gastão Elias ante Marius Copil no segundo, hoje a equipa da casa foi mais forte e conquistou os dois pontos necessários para ganhar a eliminatória.

A jogar fora de portas, no piso rápido 'indoor' da Sala Sporturilor Horia Demian, em Cluj-Napoca, o 'capitão' Rui Machado ainda tentou surpreender os adversários, ao trocar Gastão Elias no par, com João Sousa, pelo estreante Nuno Borges, mas o potente serviço de Copil e a experiência de Horia Tecau, antigo número dois mundial de pares e atual 16.º classificado, imperaram e a Roménia passou para a frente no marcador, por 2-1.

Obrigado a vencer, João Sousa regressou novamente ao 'court' para, diante do número um romeno e 250 do mundo de singulares, Copil, tentar adiar a decisão da eliminatória para o derradeiro encontro.

Apesar de ter sofrido o 'break' no último jogo do 'set' inaugural, o vimaranense reagiu bem e quebrou duas vezes Marius Copil na segunda partida para levar o encontro ao terceiro parcial. Na hora de todas as decisões, Sousa não foi tão eficaz e o adversário, de 30 anos, ofereceu a vitória à Roménia.

Consumado o desaire, Portugal falha, assim, o apuramento para a fase de qualificação das Finais da Taça Davis de 2022, que terá lugar em março, e vai jogar o 'play-off' para garantir a permanência no Grupo Mundial I no próximo ano.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG