Portugal enfrenta Bélgica, Diabos Vermelhos à procura de glória

A seleção defronta (domingo) a Bélgica pela primeira vez numa fase final. Os belgas têm uma equipa com várias estrelas, onde se destacam Lukaku e De Bruyne.

Portugal vai enfrentar a Bélgica nos oitavos de final do Euro 2020, em partida marcada para domingo, às 20.00 horas, em Sevilha. Trata-se de um jogo inédito em fases finais de grandes competições, sendo que nas oito partidas oficiais disputadas entre as duas seleções, a equipa das quinas venceu apenas os dois últimos, a contar para a fase de apuramento do Euro 2008 (4-0 em Alvalade e 2-1 em Bruxelas). De resto, registaram-se três empates (todos 1-1), enquanto os belgas venceram outros três.

A Bélgica, treinada pelo espanhol Roberto Martínez, é uma das três seleções que terminou a fase de grupos do Euro 2020 só com vitórias, tendo apenas sofrido um golo, frente à Dinamarca, numa partida em que começou a perder, mas deu a volta ao resultado, depois de ao intervalo ter sido lançado no jogo Kevin de Bruyne, que fez um golo e uma assistência. A estrela do Manchester City é, juntamente com o goleador Romelu Lukaku, a grande estrela de uma seleção que tem uma das melhores gerações da sua história que há três anos e meio lidera o ranking FIFA, faltando-lhe um título para coroar jogadores tão talentosos.

O momento mais alto do currículo internacional dos Diabos Vermelhos foi a final do Euro 1980, perdida para a RFA (1-2), com uma seleção orientada pelo mítico Guy Thys, treinador que em 1986 levou os belgas ao quarto lugar no Mundial. Roberto Martínez, no cargo desde 2016, procura agora fazer melhor que a década dourada de 1980, quando brilhavam estrelas como Pfaff, Gerets, Millecamps, Ceulemans, Enzo Scifo, Vandereycken, Vandenbergh, Vercauteren, entre outros.

Os belgas estão numa série de 12 jogos sem perder - 10 vitórias e dois empates -, sendo que a última derrota foi a 11 de outubro, em Wembley, com Inglaterra (1-2) para a Liga das Nações.

Nos três jogos da fase de grupos do Euro 2020, a Bélgica marcou sete golos - só os Países Baixos fizeram melhor (8) - dos quais três por Romelu Lukaku: dois à Rússia e um à Finlândia. Roberto Martínez tem apostado num sistema de três centrais com Alderweireld e o benfiquista Vertonghen a serem imprescindíveis, sendo que à frente Youri Tielemans tem aproveitado bem o facto de Axel Witsel e De Bruyne terem iniciado a prova com algumas limitações físicas. Nas frente, destaque para a imprevisibilidade de Ferreira-Carrasco e Dries Mertens, que têm sido um excelente complemento para Lukaku.

Entre os jogos dos oitavos-de-final, destaque para o Croácia-Espanha (segunda-feira) e o Inglaterra-Alemanha (terça-feira). Refira-se ainda que o vencedor do jogo entre Bélgica e Portugal vai defrontar nos quartos-de-final, no dia 2 de julho, o vencedor do Itália-Áustria, que se realiza este sábado (20.00).

Todos os jogos dos oitavos de final

Sábado
País de Gales - Dinamarca (Amesterdão, 17 horas)
Itália - Áustria (Londres, 20 horas)

Domingo
Países Baixos - República Checa (Budapeste, 17 horas)
Bélgica - Portugal (Sevilha, 20 horas)

Segunda-feira
Croácia - Espanha (Copenhaga, 17 horas)
França - Suíça (Bucareste, 20 horas)

Terça-feira
Inglaterra - Alemanha (Londres, 17 horas)
Suécia - Ucrânia (Glasgow, 20 horas)

carlos.nogueira@dn.pt

Mais Notícias

Outras Notícias GMG