Polícias ameaçam faltar aos jogos de futebol

Sindicato dos Profissionais de Polícia contra modelo de policiamento dos jogos de futebol

A Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP) avisa que os agentes podem começar a faltar ao policiamento dos jogos de futebol da primeira e segunda ligas, já a partir deste domingo, no jogo particular entre o Vitória de Guimarães e o FC Porto.

Em declarações à TSF, Paulo Rodrigues, da ASPP, diz que está em causa o modelo de policiamento do futebol profissional e o facto de os clubes chamarem o menor número possível de agentes para os serviços gratificados, obrigando à mobilização do corpo especial de polícia, cujos agentes não são remunerados e são muitas vezes chamados para trabalhar em dias de folga.

A ASPP garante que já alertou o governo para o problema, mas não teve resposta. Está marcada uma reunião para a próxima terça-feira, mas os polícias podem decidir começar já a faltar aos jogos a partir deste domingo.

"Os polícias não servem para fazer favores, é isto que não aceitamos nem admitimos", frisou Paulo Rodrigues, dizendo que não resta alternativa senão recorrer ao protesto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG