Petição para feriado na segunda-feira se Inglaterra ganhar final

Petição já reuniu mais de 180 assinaturas e Boris Johnson deixou a possibilidade em aberto

Uma petição para tornar segunda-feira um feriado nacional se Inglaterra ganhar a final do Euro2020 frente à Itália já reuniu mais de 180 mil assinaturas, possibilidade que o primeiro-ministro britânico deixou em aberto.

"Penso que seria desafiar o destino" anunciar a medida, afirmou Boris Johnson, em declarações transmitidas na Sky News, defendendo que vai "esperar para ver o que acontece".

Quando uma petição popular recebe mais de 100 mil assinaturas é submetida para debate no Parlamento, mas a proximidade do evento implica que já não acontecerá a tempo.

Um porta-voz do primeiro-ministro disse que cabe aos empregadores dar alguma flexibilidade de horário aos seus empregados para começarem o trabalho mais tarde na segunda-feira, tendo em conta as potenciais celebrações no caso de vitória.

O Governo já anunciou que os bares [pubs] vão poder prolongar o horário normal de funcionamento de domingo por mais 15 minutos, até às 23:15, para garantir que os adeptos podem acompanhar o jogo caso tenha de ser decidido nas grandes penalidades.

A Associação de Pubs e Produtores de Cerveja estimou que no domingo poderão ser vendidas quase 13 milhões de pints [copo com 0,568 litros), das quais 7,1 milhões só durante os 90 minutos do jogo.

O ministro das Finanças, Rishi Sunak, admitiu que o sucesso da seleção de Inglaterra "pode ter algum impacto" na economia em termos de reforçar a confiança dos consumidores.

"Mas não é o mais importante. Por mais que queira que a economia tenha um bom desempenho, o mais importante é que, pela primeira vez na minha vida, estamos na final de um grande torneio de futebol", afirmou à BBC.

A Inglaterra venceu na quarta-feira a Dinamarca por 2-1, após prolongamento, na segunda meia-final do Euro2020, disputada no Estádio de Wembley, em Londres, e vai defrontar a Itália na final do torneio no domingo, às 20:00.

A estação ITV anunciou que 27,6 milhões de pessoas assistiram ao jogo contra a Dinamarca na televisão e também através do portal de Internet.

Milhares de pessoas acompanharam o jogo em bares e zonas de fãs e após o final muitas celebraram nas ruas, bloqueando estradas e concentrando-se em espaços públicos.

A Polícia Metropolitana de Londres disse que deteve pelo menos 20 pessoas por delitos contra a ordem pública e agressões, incluindo contra agentes.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG